CNBB estimula Jornada de Oração e Jejum pelo Brasil por ocasião do Dia da Pátria

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) convida a todos para uma Jornada de Oração pelo Brasil, a ser realizada nas comunidades, paróquias, dioceses e regionais do país, de 1º a 7 de setembro próximo. Os bispos decidiram mobilizar os cristãos, por meio da oração, após a análise da realidade brasileira feita na última reunião do Conselho Episcopal Pastoral da entidade, dias 10 e 11 de agosto. O Dia de Oração e Jejum sugerido é o dia 7 de setembro, data que marca a Independência do Brasil. Além da carta, enviada a todos os bispos brasileiros, foi enviada também uma oração (confira abaixo), a mesma enviada por ocasião da celebração de Corpus Christi, com uma pequena adaptação na última prece. Segundo o bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, a Jornada de Oração é uma oportunidade para que os cristãos e pessoas de boa vontade, que querem um Brasil melhor, mais fraterno e não dividido, se unam. “Nós estamos necessitados de um novo Brasil, mais ético; de uma política mais transparente. Nós não podemos chegar a um impasse de acharmos que a política pode ser dispensada. A política é muito importante, mas do modo do comportamento de muitos políticos, ela está sendo muito rejeitada dentro do Brasil. Nós esperamos que esse dia de jejum e oração ajude a refletir essa questão em maior profundidade.” Um dos trechos da oração, encaminhada a todos os bispos do país pelo Conselho Episcopal Pastoral (Consep), pede: “Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejamos atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Que a política esteja, de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não dos interesses pessoais, partidários e de grupos”.     Veja a íntegra da oração: JORNADA DE ORAÇÃO PELO BRASIL Semana da Pátria 1º a 07 de setembro de 2017 07 de setembro – dia da Pátria: Vida em primeiro lugar “A paz é o nome de Deus” (Papa Francisco) Diante do grave momento vivido por nosso país, dirijamos nossa oração a Deus, pedindo a bênção da paz para o Brasil. Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil! Vivemos um momento triste, marcado por injustiças e violência. Para construirmos a justiça e a paz, em nosso país, necessitamos muito do vosso amor misericordioso, que nunca se cansa de perdoar. Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil! Estamos indignados, diante de tanta corrupção e violência que espalham morte e insegurança. Pedimos perdão e conversão. Nós cremos no vosso amor misericordioso que nos ajuda a vencer as causas dos graves problemas do País: injustiça e desigualdade, ambição de poder e ganância, exploração e desprezo pela vida humana. Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil! Ajudai-nos a construir um país justo e fraterno. Que todos estejamos atentos às necessidades das pessoas mais fragilizadas e indefesas! Que o diálogo e o respeito vençam o ódio e os conflitos! Que as barreiras sejam superadas por meio do encontro e da reconciliação! Que a política esteja, de fato, a serviço da pessoa e da sociedade e não dos interesses pessoais, partidários e de grupos. Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil! Vosso Filho, Jesus, nos ensinou: “Pedi e recebereis”. Por isso, nós vos pedimos confiantes: fazei que nós, brasileiros e brasileiras, sejamos agentes da paz, iluminados pela Palavra e alimentados pela Eucaristia. Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil! Vosso filho Jesus está no meio de nós, trazendo-nos esperança e força para caminhar. A comunhão eucarística seja fonte de comunhão fraterna e de paz, em nossas comunidades, nas famílias e nas ruas. Pai misericordioso, nós vos pedimos pelo Brasil! Neste ano em que celebramos os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, queremos seguir o exemplo de Maria, permanecendo unidos a Jesus Cristo, que convosco vive, na unidade do Espírito Santo. Amém! (Pai nosso! Ave, Maria! Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo!)   Veja a íntegra da carta: Fonte: CNBB

“Fogo, fogo, fogo de norte a sul, de leste a oeste!”

Confira abaixo a carta 03/2017 à Renovação Carismática Católica do Brasil, escrita pela presidente do Conselho Nacional da RCC, Katia Roldi Zavaris. É muito importante que você compartilhe este documento com o seu Grupo de Oração. Na carta, a Presidente motiva os carismáticos a assumirem esse novo tempo para o Movimento. -------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------   CARTA À RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA DO BRASIL Doc. 03/2017 Vitória /ES, 18 de agosto de 2017.   Amados irmãos e irmãs da família Carismática do Brasil!   “Fogo, fogo, fogo de norte a sul, de leste a oeste!”   Foi a palavra profética que Patti Gallagher Mansfield partilhou durante sua pregação no Grupo de Oração Jubilar, que aconteceu na noite de quinta-feira, durante a Celebração do Jubileu de Ouro da Renovação Carismática Católica aqui no Brasil, de 28 de junho a 02 de julho de 2017. Ela contou que essa profecia foi dita em 1967, por Kevin Ranaghan (também pioneiro da RCC), no estado de Indiana (Estados Unidos). Patti falou que eles chegaram a pensar que a profecia era apenas para os Estados Unidos. “Mas, o Senhor estava dizendo que o poderoso Batismo no Espírito Santo deveria atravessar oceanos, de norte a sul e de leste a oeste, desde o Canadá até a América do Sul e todo o mundo. Hoje, devemos estar convencidos de que este é apenas o começo”... Em seu discurso, durante a Vigília de Pentecostes, na Celebração do Jubileu de Ouro, em Roma, o Santo Padre nos disse: “Passaram-se 50 anos. Quando se chega a esta idade, as forças começam a decair: a metade da vida... Na minha terra dizemos: ‘el cinquentaço!’, as rugas tornam-se mais profundas – a menos que tu te maquies, mas existem rugas - os cabelos grisalhos aumentam e se começa a esquecer algumas coisas... 50 anos é um momento da vida apropriado para parar e fazer uma reflexão. É o momento da reflexão: a metade da vida. E eu diria a vocês: é o momento para seguir em frente com mais força, deixando para trás a poeira do tempo que deixamos acumular, agradecendo por aquilo que recebemos e enfrentando o novo com confiança na ação do Espírito Santo. Em sua pregação durante a Celebração do Jubileu de Ouro no Brasil, a ex-presidente do ICCRS (Serviço para a Renovação Carismática Católica Internacional), comentou sobre outro evento muito importante ocorrido neste ano: a reunião, em fevereiro, de líderes do mundo todo em Pittsburgh (EUA) para um retiro no mesmo local, onde ocorreu o memorável fim de semana de Duquesne. Ela contou que, lá, a primeira palavra se relacionou à água (referência ao problema de abastecimento que aconteceu em fevereiro de 1967), dizendo que, naquela ocasião, não houve só o conserto do encanamento, mas uma verdadeira corrente de água viva dentro da Igreja Católica, que já atingiu pelo menos 120 milhões de pessoas. “Cinquenta anos depois, durante nosso retiro, o Senhor nos deu a imagem de águas profundas e, no Salmo 47, Ele nos chamou a ser profundos mais uma vez”. Concluindo a pregação, Michelle relembrou mais um pedido do Senhor à Renovação Carismática: “A água está fluindo do seu lado aberto e dando refrigério para nós. Meu mundo está seco, deserto, mas minha água está fluindo sobre vocês na Igreja e para o mundo”. A partir daí, Michele concluiu com a palavra profética de Patti Gallagher Mansfield, durante a Vigília de Pentecostes, no Jubileu de Ouro da RCC, no Circo Massimo – em Roma. “Levantem os vossos olhos e vejam que os campos estão brancos e prontos para a colheita (Jo 4, 35). E se vocês me obedecerem, se obedecerem a inspiração do Meu Espírito, vocês ainda verão infinitamente mais do que possam pedir ou imaginar. Vocês também verão o poder do meu Espírito descer sobre a raça humana. Eu lhes digo: os campos estão brancos para a colheita, mas Eu preciso da vossa obediência, preciso da vossa docilidade, preciso da vossa fé. E, então, vocês ainda verão maravilhas que os surpreenderão, infinitamente mais do que vocês possam pedir ou imaginar, para a Glória do Meu Nome”. Portanto, irmãos, o Jubileu de Ouro para nós não é o ponto de chegada, mas o marco para seguirmos em frente com mais força, com mais parresia, com mais ardor e amor, com santidade mais decidida, com maturidade espiritual. O tempo da imaturidade ficou para trás! Mesmo no mais íntimo do nosso relacionamento com Deus. Os maus hábitos, vícios, apegos, fragilidades, que são como poeira do tempo acumulada, tudo deve ser deixado para trás. O Jubileu é um marco profético para um tempo todo novo, para novas atitudes, para novos corações e mentalidades. Nova cultura – a cultura de Pentecostes! Então mãos à obra! Estamos iniciando um novo tempo, uma nova evangelização, um tempo de milagres e prodígios, um tempo de espalhar o fogo do Espírito Santo, de norte a sul, de leste a oeste! Vem, Espírito Santo! Veni Creator Spiritus!   Katia Roldi Zavaris Presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL Ano do Jubileu de Ouro da Renovação Carismática Católica.   FONTE: RCCBRASIL

SEMEAR O BEM

Certa feita, Jesus saiu de casa, onde se encontrava, em Cafarnaum, entrou numa barca, sentou-se para contar suas parábolas. Pode-se imaginar a beleza da paisagem! Nas margens do mesmo Lago, que chamavam de Mar da Galileia, havia chamado seus primeiros discípulos. Do outro lado, pode-se ver a terra dos pagãos. Água, multidão, terra, vizinhança dos pagãos, tudo contribui para que o tema do Reino de Deus seja anunciado, abrindo os horizontes aos seus discípulos de então e os que viriam, no correr dos séculos, entre os quais estamos nós. Podemos, então, encontrar o nosso lugar no meio da multidão, para escutar uma das mais belas parábolas do Evangelho, a história do Semeador. E, se somos discípulos, podemos apostar nas explicações dadas pelo Mestre, aplicando-as à nossa vida, sem deixar cair pela estrada nenhuma de suaspalavras! “Vós, portanto, ouvi o significado da parábola do semeador. A todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado em seu coração; esse é o grão que foi semeado à beira do caminho.  O que foi semeado nas pedras é quem ouve a palavra e logo a recebe com alegria; mas não tem raiz em si mesmo, é de momento: quando chega tribulação ou perseguição por causa da palavra, ele desiste logo. O que foi semeado no meio dos espinhos é quem ouve a palavra, mas as preocupações do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a palavra, e ele fica sem fruto. O que foi semeado em terra boa é quem ouve a palavra e a entende; este produz fruto: um cem, outro sessenta e outro trinta” (Mt 13,18-23). Ouvir, compreender e produzir fruto! Os primeiros escutam a Palavra e não a compreendem. Um segundo grupo ouviu com alegria, mas faltam raízes, de modo que, pelas dificuldades da vida e as perseguições, acabam desistindo. As preocupações do mundo e a ilusão da riqueza também podem impedir os frutos. Enfim, ouvir, compreender e produzir fruto é o grande desafio para o crescimento do Reino deDeus. Jesus saiu de casa para as margens do lago. Sua cátedra é um barco, sua linguagem recolhe a simplicidade dos acontecimentos. Ele mesmo é o Semeador que sai pelo mundo a espalhar a boa semente do Reino de Deus. A nós foram oferecidas duas posições diante da parábola do Semeador: de um lado, somos estrada, terreno, caminho, espinhos, preocupações, terra boa. À nossa liberdade Deus entrega a grande responsabilidade de reagir de forma coerente. Por outra parte, como os discípulos da primeira hora, também a nós cabe “sair”, como o Senhor que sai de casa ou o Semeador que sai a espalhar suas sementes. Não nos é possível ficar acomodados, pensando que tudo já está feito e as estruturas do Reino de Deus e de sua Igreja são estáveis e prontas para todos os desafios. A parábola, se bem entendida, tem o condão para desacomodar todos os cristãos. Alguns passos emergem da luz da Parábola do Semeador! Diante de todas as dificuldades, chamem-se elas pedras, preocupações do mundo, ilusão da riqueza, superficialidade, o primeiro apelo da parábola é acreditar na qualidade da semente lançada por Deus. Fora do amor e da bondade, Deus é absolutamente incapaz! Sim, Ele só sabe fazer o bem, só pode plantar boas coisas em nós a no mundo. Deus é bom, belo e verdadeiro! Não somos seus proprietários, mas filhos e filhas, tendo à disposição toda uma reserva do bem infinito, da qual podemos beber água pura! Os discípulos de hoje podem e devem fazer perguntas ao Senhor! Ele não foge das inquietações que tomam conta de nosso coração. E sua Igreja, cuja vocação é anunciar a verdade inteira, deve estar pronta para o diálogo com tudo o que o próprio Espírito Santo suscita no coração dos seguidores de Jesus Cristo e na busca da verdade, presente em todos os coraçõeshumanos. Se a boa semente é semeada, é óbvio perguntar-nos a respeito do acolhimento da Palavra semeada. É hora de corrigir com prontidão a inconstância diante das dificuldades, a negligência, a preguiça, as preocupações cotidianas e a ansiedade que nos tira apaz. Depois, a Igreja e cada cristão hão de se colocar diante do empenho da evangelização. Trata-se de saber comunicar de maneira nova e eficaz, com todos os meios lícitos e dignos, na linguagem adequada, com franqueza, coerência decorrente do testemunho autêntico. Precisamos de evangelizadores confiáveis e incansáveis, que não se deixem vencer pelos obstáculos. O Evangelho se espalhou primeiro num mundo pagão, e a Boa Nova se fez presente e atuante. O nosso mundo, eivado de relativismo e indiferentismo, pode ser vencido pela força do Senhor Jesus Cristo Crucificado e Ressuscitado, que envia sempre o seu Espírito Santo, para que tenhamos no coração o mesmo ardor dos primeiros discípulos e a coragem dos santos e dosmártires. Entretanto, há um trabalho artesanal a ser assumido por todos os cristãos e cada um, feito de testemunho, presença, coragem. Trata-se de semear o bem, onde quer que estejamos. Dizer um bom dia com sinceridade, agradecer, sorrir para as pessoas, colocar em relevo o bem que as pessoas fazem, elogiar, saber corrigir com delicadeza e por causa de Deus. Vale ainda observar que a avalanche de pessimismo reinante, quando não vemos uma luz no fundo do túnel de nossa realidade social e política, começar a recolher os “caquinhos” dos atos de amor e disposição para o serviço existentes em torno a nós, para colocar à disposição de Deus, que pode, e só Ele, construir um mosaico, uma verdadeira obra de arte, com tudo o que lhe oferecemos. Rezemos com a Igreja: Ó Deus, que mostrais a luz da verdade aos que erram, para retomarem o bom caminho, dai a todos os que professam a fé rejeitar o que não convém ao cristão, e abraçar tudo que é digno deste nome!   Dom Alberto Taveira Corrêa Arcebispo de Belém do Pará Assessor Eclesiástico da RCCBRASIL   FONTE: RCCBRASIL  

PEÇAMOS A INTERCESSÃO DOS SANTOS PELO JNL 2017

A 10º edição do JESUS NO LITORAL inicia nesta quinta feira 27, convocamos todos os carismáticos de nossa diocese a se colocar em oração pelo bom êxito desta missão. Peçamos a intercessão de todos os Santos e Santas de Deus!!! Reze conosco: Ladainha de Todos os Santos Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós. Jesus Cristo, ouvi-nos. Jesus Cristo, atendei-nos. Deus Pai do Céu, tende piedade de nós. Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós. Deus Espírito Santo, tende piedade de nós. Santíssima Trindade, que sois um só Deus, tende piedade de nós. Santa Maria, rogai por nós. Santa Mãe de Deus, rogai por nós. Santa Virgem das Virgens, rogai por nós. São Miguel, rogai por nós. São Gabriel, rogai por nós. São Rafael, rogai por nós. Todos os Santos Anjos e Arcanjos, rogai por nós. Todas as santas ordens de Espíritos bem-aventurados, rogai por nós. São João Batista, rogai por nós. São José, rogai por nós. Todos os santos Patriarcas e Profetas, rogai por nós. São Pedro, rogai por nós. São Paulo, rogai por nós. Santo André, rogai por nós. São João, rogai por nós. Todos os santos Apóstolos e Evangelistas, rogai por nós. Todos os santos Discípulos do Senhor, rogai por nós. Santo Estêvão, rogai por nós. São Lourenço, rogai por nós. São Vicente, rogai por nós. Todos os santos Mártires, rogai por nós. São Silvestre, rogai por nós. São Gregório, rogai por nós. Santo Agostinho, rogai por nós. Todos os santos Pontífices e Confessores, rogai por nós. Todos os santos Doutores, rogai por nós. Santo Antão, rogai por nós. São Bento, rogai por nós. São Domingos, rogai por nós. São Francisco, rogai por nós. Todos os santos Sacerdotes e Levitas, rogai por nós. Todos os santos Monges e Eremitas, rogai por nós. Santa Maria Madalena, rogai por nós. Santa Inês, rogai por nós. Santa Cecília, rogai por nós. Santa Águeda, rogai por nós. Santa Anastácia, rogai por nós. Todas as santas Virgens e Viúvas, rogai por nós. Todos os Santos e Santas de Deus, intercedei por nós. Sede-nos propício, perdoai-nos, Senhor. Sede-nos propício, ouvi-nos, Senhor. De todo mal, livrai-nos, Senhor. De todo pecado, livrai-nos, Senhor. Da morte eterna, livrai-nos, Senhor. Pelo mistério da vossa santa Encarnação, livrai-nos, Senhor. Pela vossa Vinda, livrai-nos, Senhor. Pelo vosso Nascimento, livrai-nos, Senhor. Pelo vosso Batismo e santo Jejum, livrai-nos, Senhor. Pela vossa Cruz e Paixão, livrai-nos, Senhor. Pela vossa Morte e Sepultura, livrai-nos, Senhor. Pela vossa santa Ressurreição, livrai-nos, Senhor. Pela vossa admirável Ascensão, livrai-nos, Senhor. Pela vinda do Espírito Santo Consolador, livrai-nos, Senhor. No dia do Juízo, livrai-nos, Senhor. Pecadores que somos, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que nos perdoeis, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis governar e conservar a vossa santa Igreja, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis conservar na santa religião o Sumo Pontífice e todas as ordens a hierarquia eclesiástica, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis humilhar os inimigos da santa Igreja, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis conceder a paz e a verdadeira concórdia aos reis e príncipes cristãos, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis confortar-nos e conservar-nos em vosso santo serviço, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis retribuir, com os bens sempiternos, a todos os nossos benfeitores, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis dar e conservar os frutos da terra, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis conceder o descanso eterno a todos os fiéis defuntos, nós vos rogamos: ouvi-nos. Para que vos digneis atender-nos, nós vos rogamos: ouvi-nos. Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor. Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor. Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós. Jesus Cristo, ouvi-nos. Jesus Cristo, atendei-nos.

 Leia a íntegra da homilia da missa de encerramento do Jubileu em Aparecida.

Minha saudação cordial a dom Alberto Taveira e a toda arquidiocese de Belém. Tanto ou até mais Mariana do que Aparecida. Saúdo a todos os padres, dom Altieri, os padres todos concelebrantes. Muito obrigado pela sua presença! Religiosas, seminaristas, amado povo de Deus, de todo o Brasil. Para nós aqui em Aparecida, celebrar os 300 anos nesse dia de São Pedro e São Paulo, com os 50 anos de experiência de vida, de evangelização, da Renovação Carismática é um verdadeiro presente do Ano Mariano Jubilar. Muito obrigado por terem acolhido e pedido aqui em Aparecida este grande evento. Queridos irmãos, queridas irmãs, saúdo a todos e a todas que nos acompanham pelos meios de comunicação social, também os romeiros e romeiras, que aqui estamos celebrando a grande graça do dia dos apóstolos Pedro e Paulo, dia da Igreja. Igreja da qual o Espírito Santo é a alma. E, claro, celebrando, então, toda essa Corrente de Graça, como diz o papa Francisco, que é a Renovação Carismática no mundo inteiro. Portanto, exulte a mãe Igreja, vibrem nossos corações, cantem nossos lábios, rejubilem nossos corações e dobrem-se os nossos joelhos em Ação de Graças. Se aqui é um santuário, e é, não esqueça que cada um de nós somos santuários do Espírito Santo. Você vai bater no ombro do vizinho e da vizinha e vai dizer assim: “você é um santuário do Espírito Santo! Vamos lá!”. Queridos irmãos, queridas irmãs, na Primeira Leitura Pedro fez uma experiência belíssima de ser desacorrentado de tantas correntes que o amarravam naquela hora, rodeado, nada mais, nada menos, do que de dezesseis soldados. Porque quem tem o Espírito Santo é um homem perigoso para o mundo. Cheio do Espírito Santo, Pedro, então, faz essa experiência de ser livre de todas as correntes. E foi aqui, neste lugar, que um escravo também, na oração, teve as correntes arrebentadas. Então, as correntes arrebentadas lá na prisão e as correntes arrebentadas diante da imagem da Mãe Aparecida é uma experiência que todos aqui fizemos, que nossas correntes já caíram. A corrente do medo, a corrente da inveja, do ciúme, da maldade... Quantos de nós somos livres, livres, livres destas correntes que nos amarraram, graças, é claro, ao Espírito Santo. Na Segunda Leitura, Paulo apóstolo diz: “eu fui libertado da boca do leão”. Vocês carismáticos e nós que fazemos a experiência da Palavra de Deus, nós sabemos pela Bíblia o que é a força do leão, que é o espírito maligno, o espírito do mal. E Paulo foi livre do espírito do mal, porque era cheio do Espírito Santo e o Espírito Santo o levou a todas as nações para pregar, corajosamente, o Evangelho. “Só me resta agora”, diz Paulo, “a coroa da glória”. Renovação Carismática hoje tem a coroa, o coroamento, de 50 anos de experiências fortes, vivas e radiantes da força do Espírito Santo. Uma experiência que mudou, sim, a vida de Pedro e de Paulo, mas mudou a vida de todos nós, de nossas comunidades, e também da Igreja no Brasil, porque Renovação é uma Corrente de Graças. Claro, irmãos e irmãs, vem Jesus no Evangelho e diz a Pedro “sobre esta pedra, da tua fé, construirei a minha Igreja”. Se há uma experiência que os carismáticos fazem é a experiência da fé, e da fé carismática, que é uma fé imediata, que é uma fé sem muitas condições, que é uma fé de uma total entrega e de um total despojamento de si. Portanto, uma fé amadurecida. É sim, irmãos e irmãs, vocês todos não estão aqui por uma teoria, para defender um Movimento ou qualquer coisa. Não! Vocês estão aqui, porque fizeram a experiência, através do Espírito Santo, do amor de Deus. Sou amado pela Santíssima Trindade! Sou amado desde toda a Eternidade! Sou amado mesmo sendo pecador. Experiência do amor foi o que mais nos tocou, na experiência da Renovação Carismática. Eu creio que eu sou amado, eu creio que, mesmo pecador, pecadora, fui amado e o amor me olhou, me tocou, me conquistou. Fui conquistado por Cristo Jesus, através de Seu Espírito, na experiência da Renovação. Experiência que ensinou a Igreja a rezar mais. Se há pessoas que rezam, e que rezam com convicção, e com toda a fé, são vocês, os carismáticos, pessoas de oração. E oração, muitas vezes, de madrugada. Oração não pensando em si, pensando nos outros, pensando na conversão e na santificação das pessoas. Agora, a Renovação Carismática no Brasil tem a primazia de ser bíblica. Vocês devolveram a Bíblia à Igreja Católica no Brasil, Palavra de Deus. Até eu mesmo quando fazia os retiros da Renovação Carismática aprendi a amar a Bíblia e até hoje, através da Renovação. Foi uma graça muito grande para a Igreja. Claro, vocês fizeram e nós fazemos a experiência belíssima do perdão, de sermos perdoados e de perdoar. Portanto, somos um povo de misericórdia. E tudo isto nos levou a sermos curados, não só do medo, como dizia o Salmo, mas fomos curados fisicamente, psicologicamente, espiritualmente. Somos testemunhas que Deus transformou nossas feridas num santuário da Sua moradia em nós e que nossas feridas se transformaram em bênçãos, em santidade e em compreensão para os que são feridos. Irmãos e irmãs, e tudo, então, é alegria. Se há um Movimento, também, que fala de alegria, dá testemunho de alegria e na alegria mostra a experiência com Jesus ressuscitado são os carismáticos. Termino com os desejos do papa Francisco a respeito da Renovação, que já cresceu tanto. Mas nesses dias aqui, nós tivemos um encontro importantíssimo com vários representantes da Renovação Carismática para um projeto político para o Brasil, que encantou a todos. Quer dizer, a oração nos leva à missão. A oração nos leva ao Brasil, por ser Católico, um país mais justo, mais solidário, mais honesto. E esse plano, então, de uma ação política da Renovação, certamente já é abençoado e dará certo. E isso tem que ter muita coragem e muita iluminação. O papa também diz assim: “vamos ser ecumênicos, abertos”. Claro, porque a Renovação começou com outros irmãos. E nós agora, Católicos, portanto, temos a missão do ecumenismo. O papa diz: “saí pelas ruas” e sei que vocês já saem, missionários. Porque o Espírito Santo, essa força do alto, que nos faz missionários. E, por fim, diz o papa, e muitos, muitos de vocês já conseguem fazer, é olhar mais para o lado, para o irmão, para os pobres, para o outro. Isto, irmãos e irmãs, é o que mais de saudável a gente pode esperar de quem tem o Espírito Santo. Encontrar o Espírito Santo no outro e, ao tocar esse outro doente, esse outro pecador, rezando por ele, ou porque é pobre, nós tocamos na carne de Jesus e que, portanto, o Espírito de Deus vai se fazendo carne também através da Renovação Carismática. E um pedido, ainda: mesmo que não sejamos aceitos, vamos nos aproximar, nos aproximar, nos aproximar e amar nossas dioceses. Sofrer por elas, vibrar por elas! Hoje é dia da Igreja Católica, é dia da sua diocese, é dia da sua paróquia, é dia de sua comunidade e a Renovação vai fazer, então, de toda a Igreja no Brasil um grande Pentecostes, porque amamos nossa diocese, amamos nossa paróquia, amamos a Igreja Católica e a tornamos mais alegre, mais missionária e mais profética. Amém!  

Patti Mansfield conta sobre a história de Duquesne na Festa do Jubileu

Patti Gallagher Mansfield (EUA), autora do livro testemunhal, “Como em um Novo Pentecostes – o surpreendente início da Renovação Carismática Católica no mundo”, que relata a experiência do nascimento da Renovação Carismática Católica (RCC) no mundo, lançado por ocasião das Bodas de Prata da RCC (1997), testemunhou aos participantes do Jubileu de Ouro da RCC,  o que aconteceu naqueles dias na casa de retiro “A Arca e a Pomba”, no Fim de Semana Histórico de Duquesne (17 a 19 de fevereiro de 1967)  e de como esta experiência se perpetua até hoje. O livro foi reeditado e lançado em edição especial nesse ano jubilar para a RCC, mas durante o testemunho, Patti quis ressaltar alguns aspectos aos participantes da Festa do Jubileu. Para Patti Mansfield o livro e o testemunho em si, formam uma história de amor, que deve ser sempre lembrada.  “Eu espero que vocês não se cansem de ouvir, porque é uma história de Amor. É a história do Amor tremendo de Deus e de como Ele manifestou esse amor por nós, através deste Espírito Santo que nos foi dado”, lembrava Patti aos participantes do Jubileu. Narrando os fatos tal como aconteceram em cada dia do retiro de Duquesne, Patti Mansfield chamou a atenção para dois aspectos em particular: o primeiro, o que Deus fez em seu coração antes do retiro e o segundo, sobre os exercícios preparatórios que fizeram antes do Fim de Semana histórico. E convidou os presentes a experimentarem as duas coisas. Patti confessou que não costuma partilhar os aspectos que ela experimentou de forma particular antes daquele retiro, mas se motivou a fazer isso hoje, na Festa do Jubileu: “E eu não costumava partilhar esses detalhes, mas se vocês também quiserem se aprofundar no futuro, nós devemos permitir que o Espírito Santo desperte em nós silêncio, oração, procura por Deus”, convidava Patti, ao lembrar que Deus a conduzia, naqueles dias, a uma busca maior de silêncio, oração e procura da vontade de Deus e da experiência pessoal com Deus. Ela recordou e exortou todos a viverem a moção dada por Deus e ministrada durante a pregação da ex-presidente do ICCRS, Michelle Moran, no primeiro dia do Jubileu: “É um chamado! É um desejo! Um profundo chamado a profundidade”. Além do chamado a aprofundar a experiência com Deus, propôs que todos realizassem os três exercícios espirituais que os jovens fizeram em Duquesne: 1-      Rezar com fé expectante, e esperar que Deus fará algo 2-      2- Ler até o capítulo 4 do livro de Atos dos Apóstolos 3-      Ler o livro “A Cruz e o Punhal”, de David Wilkerson O retiro baseou-se em uma Assembleia penitencial,  na renovação das promessas do Batismo e na experiência que tiveram na capela, dia 18/02/1967, onde todos ficaram cheios do Espírito Santo. Entre as experiências vividas pelos jovens, Patti Mansfield ressaltou que todos sentiam um profundo temor a Deus nos corações e um desejo de serem por completo deles. No final do seu testemunho, Patti chamou Michelle Moran e Gilberto Gomes Barbosa, presidente da Frater internacional, para clamarem um Novo Pentecostes. “Fogo, Fogo, Fogo, de norte a sul, de leste a oeste, Fogo, Fogo, Fogo!”, rezavam e clamavam os seis mil carismáticos presentes no encontro. O momento foi sucedido por uma profecia, dada por Deus a Gilberto, que concluiu: “O Senhor toma a direção”.  Dom Alberto Taveira confirmou e disse: “O Pai não pode deixar de conceder aquilo que é pedido em nome de Jesus”. E encerrou o momento da pregação e oração, confirmando o desejo de todos, de um Novo Pentecostes, com sua benção episcopal.  Fonte: RCC BRASIL

DIOCESE DE BRAGANÇA NO JUBILEU EM ROMA

Nossa diocese participou do jubileu de ouro da RCC com o Papa Francisco em Roma, com uma caravana de 21 pessoas, onde estiveram presente no encontro para carismáticos do brasil na Igreja de São Paulo Fora do Muro, com participação de Katia Zavaris, Dunga,  Padre Reginaldo Manzotti ; Padre Fábio de Melo, lideranças carismáticas de todo o país,  onde foram cantadas músicas que marcaram o início do movimento e os testemunhos de pessoas que iniciaram a RCC em seus estados.  Depois participaram juntamente com os demais carismáticos de todo o mundo no encontro de carismáticos com a presença de Frei Raniero Catalamessa, Patti Mansfield na Igreja de Santa Maria Maior. No sábado véspera de Pentecostes houve a celebração jubilar com a presença do Papa Francisco,  mais de 30 mil pessoas no estádio circos máximo ..também participaram mais de 300 pastores evangélicos  e demais cantores carismáticos de vários países,  como padre Marcelo Rossi .  No domingo estiveram presente na celebração da missa de Pentecostes na praça de São Pedro no vaticano.                    O grupo também foram a Terra Santa onde visitaram  a cidade de Belém na gruta dos pastores. Na cidade se Jerusalém,  fizemos o caminho da via sacra, visitamos igrejas no monte das Oliveiras , no monte getsemani, igreja da durmiçao de nossa senhora, túmulo do Rei Davi,  cenáculo onde aconteceu a santa ceia e também a descida do paraclito, o santo sepulcro,                      a cidade de Nazaré onde foram ao monte Tabor, no caminho pra Nazaré foram em Jericó onde viram a árvore de Zaqueu e o deserto em que o senhor passou 40 dias. Passaram  por Cana onde os casais puderam renovar seus votos de matrimônio. Experiências maravilhosas tiveram nossos irmãos , onde fortaleceram a fé e reviveram  um novo Pentecostes .            

Interceda com a RCCBRASIL pela nação brasileira

A Renovação Carismática Católica do Brasil, com base na ministerialidade orgânica e através de seus ministérios MFP, MOCL e MI (Ministério de Fé e Política, Ministério de Oração por Cura e Libertação e Ministério de Intercessão), convida o povo de Deus para, juntos, realizarmos a novena pelas eleições, em continuidade da vigília de súplica pela Nação Brasileira, como preparação para as eleições gerais do Brasil em 02 de outubro de 2016. Com o tema "Para que impere o Senhorio de Jesus sobre a nação brasileira" (Conf. Salmo 21, 29), a novena começa no dia 24/09 (sábado) e dura até o dia 02/10 (domingo). Todos os membros da RCC do Brasil são convidados a unirem-se em oração pela nação brasileira, especialmente neste tempo. É importante ressaltar que a NOVENA não busca orientação partidária. Não se trata de uma oração em favor de pessoas e partidos, tampouco contra pessoas ou partidos, ou para apoiar quem quer que seja. A RCC não quer se colocar como dona da verdade, nem faz apologia a uma oração de súplica direcionada, para pedir determinado desígnio, que terminaria por dar ordens a Deus. Entendemos que é momento de suplicar a misericórdia de Deus pelo Brasil e pedir o batismo do Espírito Santo no discernimento do voto. O Senhor revelou que deseja levantar um exército de homens e mulheres que abençoe a política, para sobrepor as pessoas que amaldiçoam. Se muitos só falam negativamente com desesperança, nós iremos pedir que Nosso Senhor Jesus retire da política em nosso país todo o mal da corrupção, roubalheira, mentiras, pragas, maldições e pactos satânicos que lançaram sobre a política no Brasil. Além de pedirmos pela nação brasileira, vamos clamar a Deus para que abençoe as eleições municipais de 2016, todos os candidatos que estarão concorrendo aos cargos e por todos os governantes do nosso País. Rezaremos também para que todos os cristãos se envolvam e comprometam mais com as questões políticas e tenham uma verdadeira consciência e responsabilidade na escolha dos candidatos que irão representar e defender os valores e preceitos que condizem com a nossa moral e em busca do bem comum. Intenções para a Novena: Eleições Municipais de 2016. País (Brasil e seu território). Nação Brasileira (Valores, Cultura, Moral e Ética). Povo brasileiro - famílias, jovens, adolescentes, crianças. Autoridades constituídas (Gestores e Servidores Públicos). Instituições democráticas e governamentais (Órgãos Públicos). Conversão e santidade dos políticos eleitos. Transparência e verdade dos candidatos nas eleições. Renovação Carismática Católica do Brasil, Igreja Católica, Papa, Bispos e clero.   Novena pelas Eleições 2016   PERÍODO:     24 de SETEMBRO a 02 de OUTUBRO – 2016   VÍNCULO:     VIGÍLIA DE SÚPLICA PELA NAÇÃO BRASILEIRA   TEMA: "Para que impere o Senhorio de Jesus sobre a nação brasileira" (Conf. Salmo 21, 29).     LEMA:   “Acima de tudo, recomendo que se façam preces, orações, súplicas, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranquila, com toda a piedade e honestidade.   Isto é bom e agradável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens se salvem e cheguem ao conhecimento da verdade” ( I Tim 2, 1-4 ).       MOÇÃO:   Queremos rezar pelas eleições gerais de 2016, quando votaremos em prefeito e vereador da nossa cidade.       Confira o período, tema e o santo de cada dia da novena: DIA PREPARAÇÃO 1ºdia (24 de Setembro) Maria, Senhora da Esperança e da Vida! Santo do dia São Geraldo, primeiro mártir da Hungria. 2ºdia (25 de Setembro) Deus, Pai de Misericórdia, tende piedade de nós! Santo do dia São Sérgio, o grande educador do povo russo. 3ºdia (26 de Setembro) São Rafael, guardião da saúde e da cura! Santo do dia São Cosme e São Damião, padroeiro dos farmacêuticos e dos médicos. 4ºdia (27 de Setembro) Jesus, Salvador e Senhor Nosso! Santo do dia São Vicente de Paulo, grande sacerdote. 5ºdia (28 de Setembro) José, protetor das famílias, rogai por nós! Santo do dia São Venceslau, o príncipe santo. 6ºdia (29 de Setembro) São Miguel, Amparo dos Sofredores! Santo do dia Santos Arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael. 7ºdia (30 de Setembro) Espírito Santo, fonte da verdade, o Paráclito! Santo do dia São Jerônimo, presbítero e doutor da Igreja. 8ºdia (01 de Outubro) São Gabriel, Mensageiro das Missões! Santo do dia Santa Teresinha do Menino Jesus, intercessora dos missionários. 9ºdia (02 de Outubro) Santo Anjo da Guarda, Rogai por nós! Santo do dia Santos Anjos da Guarda. Baixe aqui a novena completa pelas eleições 2016 e ore junto conosco!

PAPA ESCOLHE NOVO BISPO DA DIOCESE DE BRAGANÇA

Aconteceu na manhã desta quarta-feira, 17 de agosto, às 07h00min de Brasília, meio dia na Cidade do Vaticano, o anuncio do nome do novo Bispo da Diocese de Bragança, no Estado do Pará. Dom Jesus Maria Cizaurre Berdonces, OAR é o novo Bispo nomeado para a Diocese. Dom Jesus foi nomeado pelo Papa Francisco para assumir Bragança, depois de Dom Luís Ferrando ter apresentado seu pedido de demissão das atividades da Diocese por motivo de idade, já que em janeiro de 2016 completou os 75 anos exigidos para o afastamento das atividades de titular do pastoreio de uma diocese. Por determinação da Nunciatura Apostólica, Dom Luís se torna, a partir de hoje, Administrador Apostólico da Diocese, até que sejam tomadas as devidas providencias para a posse do novo titular da Cátedra de Bragança. Somente depois de o sucessor assumir é que Dom Luís se tornará Bispo Emérito. Vamos então conhecer um pouco mais do novo pastor da Diocese de Bragança. Dom Jesus nasceu em 06 de janeiro de 1952, em Valtierra, Navarra, Espanha. Ele é religioso, pertencente a Ordem dos Agostinianos Recoletos (OAR). Sua Profissão Religiosa foi em 10 de setembro de 1972. Foi ordenado Sacerdote no dia 26 de junho de 1976, em Granada, Espanha. Sua nomeação episcopal para Cametá data de 23 de fevereiro de 2000, sendo ordenado Bispo em 07 de maio de 2000, na cidade de Cametá, Pará. Está no pastoreio de Cametá desde 07 de maio de 2000. Seu lema episcopal é "Pax et Fides"  (Paz e Fidelidade).   Sua Formação Dom Jesus realizou seus estudos secundários no Seminário de Martutene (São Sebastião). Estudou a filosofia no Seminário Santa Rita (São Sebastião) e a teologia na Faculdade de Teologia de Granada. Na Faculdade FAI, de São Paulo, no Brasil, completou os estudos filosóficos para sua convalidação.  Destinos e cargos ocupados Pároco de Afuá, PA (1980-1986); Vigário Cooperador de Salvaterra, PA (Prelazia do Marajó) - (1986-1988); Formador do Seminário Menor em Soure (Prelazia do Marajó) - (1988-1990); Formador do Seminário Maior: São Paulo (1990-1994); Pároco de São José de Queluz, Belém do Pará (1994-1997); Vigário Provincial: Rio de Janeiro (1997-2000); Nomeado Bispo: 07 de maio de 2000; Secretário da CNBB - Regional Norte II: 2003; Vice-presidente do Regional Norte II da CNBB: 2004; Presidente do Regional Norte II da CNBB: 2007.   Nesta data histórica para a Diocese de Bragança, nosso sentimento é de gratidão pelos 20 anos que Dom Luís dedicou a nossa igreja particular. Mas, também, é sentimento de acolhida, de pessoas que se colocam a disposição para caminhar em colaboração com seu novo pastor. Abaixo está disponível o link da carta oficial, em que, Dom Luís comunica a nomeação do novo Bispo.  FONTE: DIOCESE DE BRAGANÇA.

CONHEÇA A CIDADE DO CONGRESSO DIOCESANO 2016

Bragança é um município brasileiro do estado do Pará. Localiza-se na latitude 01° 03' 13" sul e longitude 46° 45' 56" oeste, estando à altitude de 19 metros. Sua população estimada em 2014 era de 120.124 habitantes. Franceses liderados por Daniel La Touche, senhor de La Lavandière, foram os primeiros europeus a conhecer a região do Caeté em 8 de julho de 1613. Era habitada pela nação tupinambá. Em 1622 o território de Bragança pertencia à Capitania de Gurupi. A área foi doada por Filipe II de Portugal a Gaspar de Souza, governador-geral do Brasil. Em 1634 foi fundado um povoado nas margens do Rio Caeté por Álvaro de Souza e transferido para a outra margem devido às dificuldades encontradas com a comunicação do povoado com Belém. Em 1854um decreto imperial criou o município de Bragança. Economia A cidade de Bragança é o maior polo pesqueiro do Estado do Pará, exportando sua produção principalmente para as capitais do Nordeste e do estado do Pará. Há grande atividade pecuária, agricultura e extrativismo de caranguejos. Clima O clima que é quente e úmido, com a temperatura média anual em torno de 26° C. De outubro a dezembro, registram-se máximas absolutas de 37° C. De março a abril a temperatura cai, e em julho ocorrem mínimas absolutas em torno de 22° C. FONTE: Wikipédia Transporte: Aéreo Aeroporto Santos Dumont. Urbano A cidade possui empresas que fazem a ligação entre o centro da cidade aos demais bairros: Transportes União, Transporte Pinheiro, Trans Montenegro, Trans Tremiense, Trans Ajuruteua e Trans Beira Rio. Intermunicipal O terminal rodoviário de Bragança fica localizado na Av. Polidório Coelho. Praças e avenidas Destacam‐se a a praça Fernando Guilhon, a das Bandeiras e a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A principal avenida da sede do município é a Nazareno Ferreira, que começa no Trevo da cidade, no bairro homônimo, e termina no bairro do Perpétuo Socorro, passando pelos bairros do Alegre, Riozinho, Centro e Padre Luís, cortando a sede do município no sentido centro oeste-norte. Outra a avenida importante é a Santos Dumont, que começa na divisa dos bairros do Perpétuo Socorro e Padre Luís, e termina no bairro da Vila Sinhá, cortando a cidade no sentido leste-oeste e a Avenida Governador Mendonça Furtado a BR-308 que futuramente será terminada e será a principal ligação entre o Pará e Maranhão a Transoceânica. Construções históricas Igreja Matriz e Obelisco Centenário Catedral Nossa Senhora do Rosário Palácio Episcopal da Catedral Nossa Senhora do Rosário Igreja de São Benedito Instituto de Santa Teresinha Forte do Caeté Palacete Augusto Corrêa Mercado de Carne Sociedade Beneficente Artística Bragantina I Unidade Regional de Educação Escola Mâncio Ribeiro Casa da Cultura Praça/Coreto Pavilhão Senador Antônio Lemos Relevo e vegetação O relevo da sede do município é bastante variado. Há exemplos tanto de áreas planas (como nos bairros da Vila Sinhá e Perpétuo Socorro) como de relevo bastante íngreme e acidentado, com moradias muito abaixo do nível da rua (como no bairro do Riozinho). A vegetação do município é bastante variada, com destaque para a amazônica, a de mangue e a de campos. Campos naturais Estão localizados a aproximadamente 30 minutos do centro da cidade, por via rodoviária, em estradas não pavimentadas, mas em perfeitas condições de trafegabilidade. Devido à proximidade do mar, é uma área constantemente ventilada. As palmeiras de buriti e babaçu são a vegetação mais frequente. Há a predominância de fazendas com criação de gado zebu, nelore e o búfalo, além de cavalos mestiços. Estão divididos em Campos de Baixo, Campos do Meio e Campos de Cima. Praias   Praia de Ajuruteua Praia do Grilo: Praia com águas calmas e mangues. É um dos melhores locais para a pesca. Abriga uma vila de pescadores Praia do Boiçucanga: Praia de enseada com areia clara e fina e mangues. Abriga um farol e uma vila de pescadores. Não possui infraestrutura Praia do Pilão: Praia com águas claras e areia branca e fina. Possui dunas. Seu acesso é feito por barco. Praia Chavascal: Praia com águas claras e ondas fortes no verão. Seu acesso se faz por barco ou atravessando a pé o canal durante a maré baixa. Praia da Vila: Praia com ondas fracas e estreita faixa de areia clara e fina com dunas. Seu acesso se faz a pé a partir de Ajuruteua, na maré baixa, ou de barco, na alta. Hidrografia A hidrografia do município apresenta dois rios principais, são eles o rio Caeté (que margeia a cidade) e o rio Cereja (que corta a sede do município em duas partes). Além disso o município é intensamente recortado por igarapés. A vegetação é formada por manguezais, campos aluviais e campos bragantinos; mais a geografia do município é denominada em rios e igarapés. Neste cenário destaca-se o Rio Caetéque nasce no município de Nova Timboteua ao sul do território bragantino, desaguando no atlântico.

Diocese de Bragança participa da ENACOM

A Renovação Carismática Católica do Estado do Pará realizou as Escolas Nacionais de Formação da RCCBRASIL. São elas: Escola Nacional de Formação de Líderes e Missionários (ENFLM 1ª e 2ª etapa), Escola Nacional de Comunicação (ENACOM) e Escola Nacional de Dança e Teatro (ENDT – Regional Norte).  A ENFLM e a ENACOM iniciaram no dia 14 e no dia 19 foi o encerramento da ENACOM que contou com aproximadamente 27 participantes.  Com a presença do Coordenador Nacional do Ministério de Comunicação Social, Airton Rocha e de Jardel Menezes que foram os formadores oficiais, a ENACOM trouxe um conteúdo programático que abordou temas como história da comunicação, técnica em comunicação, assessoria de imprensa, conteúdo jornalístico, ciberteologia, web entre outros. Na terça, dia 19, aconteceu a Cerimônia de Formatura da turma da ENACOM Pará 2016. Iniciada com a Santa Missa presidida pelo Pe. Ademir Gramelik e concelebrada por mais sacerdotes, os formandos participaram da procissão de entrada. Após a celebração iniciou-se o momento tão esperado para os concluintes da ENACOM.  Vicente Gomes, Coordenador da Escola Nacional de Formação fez o primeiro pronunciamento seguido de Airton Rocha que enfatizou as dificuldades de se comunicar nos dias de hoje. Após, Laís do Valle, oradora da turma fez o seu pronunciamento emocionante que resumiu os desafios dos comunicadores da RCCBRASIL.  Chamados um por um por, os formandos foram receber das mãos de Airton Rocha o seu certificado de conclusão e das mãos de Salomão Ronaldo (Presidente da RCCPARÁ), o DVD com o material formativo. Nossa Diocese foi representada pelo comunicador Adalison Costa da cidade de Mãe do Rio, no qual foi enviado pelo coordenador diocesano do ministério de comunicação. Vicente Gomes encerrou a cerimônia com um momento de súplica ao Espírito Santo onde todos os presentes oraram juntos pedindo ao Senhor uma nova unção para os comunicadores da RCCBRASIL.  A cerimonia encerrou com um banquete que fora servido para todos os participantes do evento.  “Sede Misericordioso como vosso Pai é misericordioso” – Lc 6,36  Fonte: RCCPA    

PRESIDENTE PARTICIPA DA CERIMÔNIA DA CHAMA JUBILAR

A RCCPARÁ  viveu momentos de muitas graças dentro da Escola Nacional de Formação da RCCBRASIL que aconteceu de 14 a 24 de julho na cidade de Marabá-Pa.  Escolas estas que foram: Escola Nacional de Formação para Líderes e Missionários (1ª Etapa), Escola Nacional de Comunicação (ENACOM) e Escola Nacional de Dança e Teatro Regional Norte (ENDT-RN). Na terça (19), aconteceu a Cerimônia de Formatura da ENACOM. Na quarta (20), representantes das 14 Dioceses e Prelazias paraenses participaram da Cerimônia da Chama Jubilar da RCCCPARÁ, e foram introduzidos na cerimônia, cada um com a sua vela, juntamente com as autoridades eclesiásticas. Estava presente a presidente da RCCDEBRAGANÇA Silvana Silva, juntamente com o coordenador diocesano do ministério de Formação José Ribamar. Marcos Volcan, Vice-Presidente do Serviço Internacional da RCC (ICCRS), fez o seu pronunciamento falando sobre o Papa Francisco que pediu para a RCC mundial vivenciar a Festa de Pentecostes de 2017 como a grande comemoração dos 50 anos da RCC.  Kátia Roldi Zavaris (Presidente da RCCBRASIL) explicou o porquê da Vela Jubilar e sobre a o tema deste ano que traz a mensagem: “Espalhando a chama”. “Através de velas, vamos espalhar a chama em todos os Grupos de Oração do Brasil”.  Em seguida, todos os conselheiros/representantes da RCCPARÁ acenderam suas velas simbolizando as Dioceses/Prelazias que com seus grupos de oração, recebam o fogo do Espírito Santo.  Salomão Ronaldo (Presidente da RCCPARÁ) trouxe o versículo bíblico de Sb 18,3: “Pelo contrário, vós destes uma coluna luminosa para guiá-los na sua marcha para o desconhecido, como um sol que sem incomodá-los alumiava seu glorioso êxodo”. Falou ainda da moção que teve ao acender a vela jubilar no Congresso Nacional aonde o Senhor lhe colocava ao coração o desejo dessa chama chegar a todas as 14 dioceses e prelazias paraenses, aos lugares mais longínquos deste imenso Estado.  Para encerrar a Cerimônia, Salomão Ronaldo fez um grande clamor com os presentes pedindo a graça do Espírito Santo para que através da chama da vela jubilar, o fogo do Espírito Santo chegue a todos os grupos de oração paraenses.  Um coquetel foi servido para todos os presentes no evento como uma forma de confraternização pela grande graça vivida.  “Sede Misericordioso como vosso Pai é misericordioso” – Lc 6,36. Fonte: RCCPA  

Rede Nacional de Intercessão: A ação da intercessão na salvação das almas

Apesar de recebermos as graças necessárias para a salvação, todo mundo ainda precisa de graças especiais para perseverar. Isso ocorre porque a decadência de uma alma geralmente segue um processo. Primeiro, a pessoa comete ingratidões que causam um certo retraimento da graça. Isso faz com que a pessoa, ainda quando em estado de graça, exponha gravemente sua salvação. Ela necessita, portanto, de graças excepcionais para se manter no estado de graça e não cair em pecado mortal. A nossa maldade demonstra que não podemos perseverar na vida espiritual sem um apoio especial. Ademais a natureza humana é tão fraca que muitas vezes as pessoas abusam da graça de tal forma que é impossível encontrar quem pratique a fidelidade suficiente para salvar-se sem a intervenção de um mediador junto a Nosso Senhor Jesus Cristo, a fonte da graça. Por causa disso, a atuação de um(a) intercessor(a) é importantíssima, pois ajuda a alma a suprir, por meio dos pedidos dele(a), as graças para ser atendida no sentido de obter a disposição e até mesmo os meios para a sua salvação. A oração de intercessão é uma arma espiritual que tem resultados práticos em relação a Deus, pois realiza a Sua vontade em alcançar as pessoas, abrindo-as para o Evangelho (cf. ITm. 2,3-4), utiliza as armas de Deus, que são poderosas, pois são as maiores forças do mundo (cf. IICor. 10,4), aos outros quebranta o coração resultando na salvação da alma (cf. Sl. 52,7) e tira a venda dos olhos daqueles que estão cegos (cf. IICor. 4,3-4; Sl. 118,18). O objeto da intercessão pode até ser desprezível aos nossos olhos, ou seja, o intercessor pode interceder por um rebelde, por uma pessoa que lhe fez algum mal, por um criminoso, isso na verdade não importa. Deus ouve essa oração de súplica, quando o intercessor deixa de orar por ele mesmo, e passa a orar mais pelos outros. Isso toca o coração de Deus. Nada nos faltará se por acaso nos "esquecermos" de pedir algo que necessitamos, ou de orar pelas nossas necessidades pessoais. Deus bem sabe o que precisamos. Jesus, na cruz do Calvário, no seu maior sofrimento e humilhação, fez uma oração por aqueles que O estavam matando. A oração de Jesus foi: “Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem.” (Lc. 23,34). Isso revela um coração movido pelo amor. Apesar da maldade ou da crueldade, o intercessor clama a bênção de Deus por aqueles que precisam da salvação e por meio desta oração o Senhor pode salvar uma alma perdida. Um bom exemplo do que estamos afirmando é um episódio da vida de santa Teresinha do Menino Jesus que "inspirada pelo Espírito Santo, assumiu junto a Jesus a intenção de interceder permanente e indistintamente por todos os pecadores para que suas almas fossem salvas ao fim desta vida terrena. Foi aí que sua missão principal passou a ser: salvar almas para Jesus! Três meses depois, Deus, confirmando a ela que esta era a Sua perfeita vontade, fez que ela tomasse conhecimento, por meio da imprensa, da existência de um assassino cruel que seria condenado à morte por seus crimes hediondos: o assassinato de duas mulheres e uma criança. Certa de que ele morreria sem a graça da salvação, ela começou a interceder por ele a distância, clamando por sua alma e pedindo a sua irmã Celina que mandasse celebrar missas nesta intenção: pela salvação da alma daquele facínora impenitente, sem citar seu nome, Pranzini, então conhecido por toda a França como um grande e cruel criminoso. Assim, com a cumplicidade de sua irmã Celina, que já era religiosa carmelita, ambas começaram a oferecer preces e sacrifícios para a salvação daquela alma para Jesus. A jovem Teresinha, motivada pela fé que crescia dia a dia em seu coração, apesar da aparente dificuldade de Pranzini aceitar Jesus como seu Salvador, tinha certeza de que suas preces não seriam em vão. Mas, como era seu costume, ousou pedir ao Bom Deus que lhe desse um sinal de que este seu pedido seria atendido, o que lhe foi concedido. Apesar de seu pai Luis proibir as filhas de ler jornais, Teresinha, furtivamente, lia as notícias que falavam da execução de Pranzini, que se aproximava, percebendo, para sua tristeza, que ele se recusara a confessar-se com um padre para receber a absolvição e a misericórdia divina. Mas ainda assim ela confiou e continuou a sua intercessão pela salvação de sua alma, até que no dia da execução, quando ele seria enforcado em praça pública, antes de receber a corda no pescoço, Pranzini, tomado por uma súbita inspiração, se voltou para o padre que o acompanhava, pegou o crucifixo em suas mãos e beijou por três vezes as Santas Chagas de Jesus, caindo em prantos. Para Teresinha aquele foi o sinal do arrependimento de Pranzini, pois imediatamente ela se lembrou da experiência que tivera em seu chamado para salvar almas, quando viu o precioso sangue de Jesus saindo das chagas de Suas santas mãos. A partir daí a intenção de Teresinha de salvar almas através da intercessão se intensificou e passou a ser sua grande missão aqui na terra e no Céu, onde ela diariamente intercede por todos os que pedem seu auxílio neste mundo. Ao longo de toda a sua vida terrena, Teresinha mandou celebrar missas pelo sufrágio da alma de Pranzini, porque ele foi sua primeira experiência na missão de salvar almas para Jesus, como ela havia se comprometido com seu querido esposo."[1] Este exemplo da vida de Santa Teresinha ilustra muito bem o poder da oração de intercessão diante de Deus, mesmo que o objeto da oração seja uma causa que julgamos impossível de alcançar. Na verdade, nada é impossível para Deus que age através das nossas orações e sempre está disposto a salvar a quem se encontra perdido. A intercessão também atua indiretamente na alma quando estamos intercedendo por outras intenções, como por exemplo, quando intercedemos por nosso Grupo de Oração ou em algum evento de evangelização. Ao orarmos pelos pregadores, músicos e dirigentes de oração, estamos indiretamente intercedendo para a salvação de todas as pessoas que frequentarão a Reunião de Oração do nosso Grupo de Oração naquela semana ou daquele encontro pelo qual estamos intercedendo. Deus Pai, com sua sabedoria e misericórdia infinitas, sabe utilizar esta oração para o benefício daqueles que mais necessitam de salvação. Assim a nossa intercessão atinge o seu principal objetivo que é a salvação de todas as pessoas, tal como é o objetivo do Ministério de Jesus que, diante do Pai, intercede continuamente por toda a humanidade. Deus te abençoe!   Núcleo Nacional do Ministério de Intercessão [1] Livro 30 dias com Santa Teresinha do Menino Jesus; de Antonio Miguel Kater Filho     INTENÇÕES PARA ESTE MÊS 1.    Para que cesse a violência no Brasil e no mundo. 2.    Pela erradicação dos vírus causadores da Dengue, Zika e Chikungunya . 3.    Pela situação política, econômica e moral em nosso País. 4.    Pelo XXXII Congresso Nacional da RCCBRASIL nos dias 07 a 10/07/16 em Aparecida/SP. 5.    Pela Reunião de Oração do Grupo de Oração (pelo pregador, dirigente, músicos e demais servos e pelas pessoas que participam da Reunião de Oração). 6.    Pelos Grupos de Oração na Diocese, no Estado e no Brasil. 7.    Pelos Ministérios da RCC no Grupo de Oração, na Diocese, no Estado e no Brasil. 8.    Pelas necessidades espirituais e financeiras dos escritórios diocesano, estadual e nacional da RCC. 9.    Pelos projetos da RCC na Diocese, no Estado, no Brasil na América Latina e no Mundo. 10.  Pelos eventos de evangelização da RCC no Grupo de Oração, na Diocese, no Estado e no Brasil. 11.  Pela Reunião dos Conselhos Diocesano, Estadual e Nacional neste ano. 12.  Pela missão de Gilberto Gomes Barbosa a frente da presidência internacional da Fraternidade Católica - FRATER. (A FRATER é o órgão de serviço criado com a missão de atender as Novas Comunidades Carismáticas Católicas de Vida e Aliança. Fundada pelo Pontifício Conselho para os Leigos em 1990, seu objetivo principal é promover a comunhão, partilha e ajuda mútua entre seus membros). 13.  Pelas coordenações do Grupo de Oração, da RCC na Diocese, no Estado e no Brasil (Coordenadora Nacional: Katia Roldi Zavaris e sua família). 14.  Pela Santa Igreja, pelo Santo Padre, o Papa Francisco, pelo Bispo diocesano, pelos Sacerdotes, Diáconos, Religiosos e Religiosas e pelos Seminaristas. 15.  Pelas casas de missão da RCCBRASIL e pelos missionários e missionárias. 16.  Pela construção da Sede Nacional da RCC do Brasil e pelos seus colaboradores. 17.  Para que todos os membros da RCC do Brasil busquem a unidade e se abram para a moção da Reconstrução.

Ano do Senhor 2016: Um Pentecostes de Misericórdia!

Não há duvida, e não poderia ser diferente. No Ano da Misericórdia, sob o Pontificado do “Papa da misericórdia”, esse Pentecostes não pode ser outro que um grande e poderoso Pentecostes de Misericórdia! Eu creio! Misericórdia é Amor! Misericórdia é ação eterna de Deus a nosso favor! Misericórdia é o Nome de Deus! Misericórdia é e será Pentecostes! Como tem ensinado insistentemente o Papa, nenhum pecado humano, por mais grave que seja, pode prevalecer sobre a misericórdia ou limitá-la. Deus sempre perdoa tudo, oferece uma nova possibilidade a todos, concede a Sua Misericórdia a todos que pedem. Somos nós que não sabemos acolher o perdão e perdoar. Na Bula do Ano Santo da Misericórdia, quando o Santo Padre mencionava o Espírito Santo, o fez dizendo justamente que Ele “conduz os passos dos crentes de forma a cooperarem para a obra da salvação realizada por Cristo”, e pedia ainda que Ele fosse “guia e apoio do povo de Deus a fim de o ajudar a contemplar o rosto da misericórdia” (Cf. MV 4). Sim! Sem a graça e o toque divino do Espírito Santo o homem e a mulher nunca poderão experimentar o amor de Deus! Sem o arrependimento, dom d’Ele ao coração pecador, nunca ninguém teria condições de receber misericórdia e justificação! Estar aberto ao Espírito é a primeira e mais necessária de todas as nossas atitudes em relação ao acolhimento da graça, da misericórdia, do fruto do perdão do Calvário! Nada de misericórdia sem o Espírito Santo! Não foi assim naquele Pentecostes de perdão no Domingo de Páscoa quando Jesus entrou no Cenáculo? Vivemos numa humanidade doente, com uma humanidade ferida. Todos nós possuímos grandes feridas. Todos nós precisamos de cura e perdão. Por isso, este Ano da Misericórdia se apresenta a cada um de nós como uma grande chance de um remédio eficaz, gratuito e divino: a própria Misericórdia do Senhor para todos! E como Pentecostes é derramamento do Amor, não podemos esperar algo diferente na conclusão deste Tempo Pascal: que venha um Grande Pentecostes de Amor em forma de Misericórdia! O Mundo precisa! O Brasil precisa! Eu preciso! Precisamos todos! Como se preparar para este Pentecostes de Misericórdia? Deseje! Seja honesto com seu próprio coração e sua história. Não esconda nem camufle suas condições. É vital desejar! Reserve tempo para a oração! Este Pentecostes é também uma promessa condicionada a um estado de vida orante. Ore! Ore como um sedento. Supere cálculos e agenda. Dê o melhor tempo para Deus! Reserve! Esvazie-se de si mesmo! Eis uma grande decisão interior. Aqui é você e você! O Espírito não pode preencher o que já está cheio. Deixe o orgulho e o excesso de racionalismo, como também sentimentalismos e situações superficiais que ocupam tua vida e atuais decisões. Livre-se do homem velho: vazio de si, cheio de Deus! Torne-se íntimo de Deus e agrade o Seu Espírito! Amor de intimidade! Eis o amor que os santos tinham a Deus! Eis o amor esponsal que precisamos almejar Nele e por Ele! Amá-Lo e guardar a Doce Presença do Seu Espírito em nós. Eis o melhor fruto de um Pentecostes interior de misericórdia! Seja íntimo de Deus, escutando, saboreando, guardando e se movendo no Espírito! Fé significa abrir espaço para Deus Amor, cujo poder é tremendo, cujo amor é infinito. Dizer todos os Domingos “Creio no Espírito Santo” é acreditar neste Amor sempre, é receber esse Amor sempre! Celebrar Pentecostes no Ano da Misericórdia seja um marco de amor em nossa vida cristã católica. Marque-nos para sempre, ó Deus, com o Teu Santo Espírito! Derrama sobre nós, a Igreja e o mundo, um Novo Pentecostes de Misericórdia! Amém!   Padre Dudu Postulador da Causa de Canonização da Beata Elena Guerra  

Pentecostes: tempo de uma nova efusão do Espírito Santo

“A Igreja nasceu do coração traspassado de Cristo morto na Cruz” (CIC 766), toma um novo impulso no dia de Pentecostes, quando os apóstolos estavam reunidos em Jerusalém (At 2,1-4), trancados em uma sala cheios de medo, insegurança e timidez, mas são surpreendidos com a vinda do Espírito Santo sobre eles. Isso aconteceu porque acreditaram na promessa (Jo 15,26-27) e foram obedientes ao continuar em Jerusalém, reunidos em oração, aguardando o que Jesus prometeu “Eu vos mandarei o prometido de meu Pai; entretanto, permanecei na cidade até que sejais revestidos da força do alto” (Lc 24,29). A partir deste momento, os apóstolos perderam o medo e começaram a testemunhar Jesus vivo e ressuscitado. Quando Paulo encontrou os discípulos de João Batista, homens convertidos, mas sem a força do Espírito (At 19,1-6), ele ficou surpreso e foi inevitável a pergunta: “recebestes o Espírito Santo, quando abraçastes a fé?” (At 19,2a). Como seria nos dias de hoje para pessoas, que abraçaram a fé em Jesus Cristo através da Igreja Católica, ouvir esta mesma pergunta que Paulo fez a esses discípulos de João Batista?  A resposta deles foi “não, nem se quer  ouvimos dizer que há um Espírito Santo!” (At 19,2b). Obviamente Paulo percebeu que faltava naqueles homens a força do Espírito Santo e fez esta pergunta. Será que ele percebeu  tristeza, timidez e insegurança naqueles homens? A leitura diz que “Quando Paulo lhes impôs as mãos, o Espírito Santo desceu sobre eles, e falavam em línguas estranhas e profetizavam” (At 19,6), possivelmente a vida deles não foi a mesma depois daquele momento. Muitas pessoas mudaram a sua vida a partir da experiência com o Espírito Santo, uma dessas experiências aconteceu em 1967 na universidade de Duquesne (Pittsburgn, na  Pensilvânia- EUA), foi à partir daí que surgiu a Renovação carismática católica. Hoje com milhares de Grupos de Oração espalhados pelo mundo inteiro, vivendo essa experiência única através da efusão do Espírito Santo. O Espírito que ungiu os profetas no antigo testamento, os apóstolos, Paulo e os discípulos, agora se revela a todos dando dons, unção, poder e autoridade  “Pois a promessa é para vós, para os vossos filhos e para todos os que ouvirem de longe o apelo do Senhor nosso Deus “(At 2,39). O mesmo Espírito Santo que tirou os apóstolos da condição de pessoas medrosas e tímidas, e os deu um novo impulso missionário, é o mesmo espírito que quer levantar a sua Igreja nos dias de hoje, pois “Osúltimos tempos, que estamos vivendo, são os tempos da efusão do Espírito Santo” (CIC 2819), mas também é um tempo de combate em um mundo marcado pelo pecado, que muitas vezes levam os filhos de Deus a viverem na carne, “trava-se por conseguinte um combate decisivo entre a carne e o espírito” (CIC 2819). É preciso ter passado pela escola de Paulo para dizer: "Que o pecado deixe de reinar no vosso corpo mortal" (Rm 6, 12). É momento de uma nova Efusão do Espírito, é momento de combate determinante, é momento de decisão. Depois do grande derramamento do Espírito Santo no dia de Pentecostes, a Igreja celebra anualmente a Solenidade de Pentecostes, onde convida os seus fiéis a terem essa experiência renovadora e transformadora com o Espírito Santo. Precisamos aproveitar novamente essa grande oportunidade que Deus nos dá, de fortalecermos a nossa fé, deixarmos o medo, a timidez, a insegurança, e nos tornarmos cristãos renovados pelo Espírito Santo. Para a Renovação Carismática Católica, é momento de pedir uma nova efusão, e clamar a força do alto “Veni Creator Spiritus”.   Antonio Sá de Aguiar – (Tony Sá) Núcleo Nacional do Ministério de Cura e Libertação

Carta Aberta - Centro Diocesano da RCC de Bragança

UMA GRANDE CERTEZA: VAMOS CONSTRUIR NOSSA CASA! O projeto do Centro, muito além de uma necessidade estrutural, é uma moção inspirada por Deus para trazer reconstrução a todos os carismáticos da nossa diocese, tanto na missão, quanto em suas vidas pessoais. Compreendendo essa realidade, muitos irmãos têm doado, não só financeiramente, mas também seu tempo e investindo esforços. O Centro Diocesano da RCC BRAGANÇA vem sendo construído desde 2013, quando em setembro do mesmo ano aconteceu à missa solene presidida por Dom Luiz para o lançamento da pedra fundamental desta obra que não se trata apenas de uma obra material, mas do cumprimento de uma promessa do Senhor para a RCC em nossa diocese. Desde então, muito já foi construído nesse local onde a RCC pretende fixar definitivamente a sua sede diocesana. E queremos nesse momento compartilhar com você, que graças a Deus, através de ações de arrecadação, doações e contribuições, CONCLUÍMOS O PAGAMENTO das 36 parcelas devidas, totalizando R$ 177. 974,40. Vale destacar também que já investimos em material e mão-de-obra na primeira fase (2013/ 2016), um total de R$ 342.888,34, uma soma geral de investimentos no valor de R$ 520.862,74 (Terreno, mão-de-obra e material de construção). A obra nesse momento encontra-se no final da primeira fase, que contempla o término do primeiro piso, com a colocação da laje. Porém, mesmo com todos nossos esforços e ações, ainda nos falta um total estimado em R$ 70 mil reais, no qual contamos com a providência de Deus para que consigamos arrecadar antes de julho de 2016. Mas não somos de perder o ânimo e convidamos a todos a esforçarem ainda mais para que concluamos essa primeira fase, que já é sinal concreto de que JUNTOS VAMOS CONSTRUIR A NOSSA CASA! Convidamos você servo de grupo de oração, liderança do movimento a mobilizar seu grupo de oração em prol do nosso centro. Existem várias formas de ajudar a construção, seja contribuindo mensalmente, através do carnê do sócio colaborador, como doações avulsas através de boletos emitidos em nosso site www.rccdebraganca.com.br e organizações de eventos solidários. Colocamos-nos também a disposição para receber sugestões de arrecadação e mobilizações em prol dessa construção. Finalizamos, pedindo vossas orações por todo esse projeto e por toda a equipe, e em meio as nossas batalhas, continuemos na construção do local que será terra de semeadura da vida no Espírito Santo. Caminhemos juntos! Sua contribuição ajuda neste caminho de preparação para as obras que o Senhor deseja realizar neste terreno. Abraços fraternos em Cristo, Equipe da Missão Divina Providência RCC da Diocese de Bragança/PA E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.  

Angelus: “nenhuma condenação à morte seja executada no Ano da Misericórdia”

O Jubileu extraordinário da Misericórdia é uma ocasião oportuna para promover no mundo formas mais maduras de respeito da vida e da dignidade de toda pessoa. Foi o que disse o Papa no Angelus deste II Domingo da Quaresma (21/02), no qual a liturgia da Igreja nos apresenta o Evangelho da Transfiguração. Referindo-se ao Congresso internacional que se realizará esta segunda-feira em Roma intitulado “Por um mundo sem a pena de morte”, o Santo Padre fez um veemente apelo em favor da abolição da pena capital. O mandamento "não matar" tem valor absoluto “Efetivamente, as sociedades modernas têm a possibilidade de reprimir eficazmente o crime sem tirar definitivamente a quem o cometeu a possibilidade de redimir-se. O problema deve ser enquadrado na ótica de uma justiça penal que seja sempre mais conforme à dignidade do homem e ao desígnio de Deus sobre o homem e sobre a sociedade e também a uma justiça penal aberta à esperança da reinserção na sociedade. O mandamento “não matar” tem valor absoluto e diz respeito tanto ao inocente quanto ao culpado.” Mesmo o criminoso mantém inviolável o direito à vida, dom de Deus, frisou o Papa dirigindo-se em seguida aos governantes: “Faço um apelo à consciência dos governantes, a fim de que se chegue a um consenso internacional em prol da abolição da pena de morte. E proponho àqueles que entre estes são católicos que realizem um gesto corajoso e exemplar: que nenhuma condenação seja executada neste Ano Santo da Misericórdia.” Em seguida, o Papa Francisco fez uma exortação não somente aos cristãos, mas também a todos os homens de boa vontade: “Todos os cristãos e os homens de boa vontade são hoje chamados a trabalhar não somente pela abolição da pena de morte, mas também a fim de melhorar as condições carcerárias, no respeito pela dignidade humana das pessoas privadas da liberdade.” Viagem ao México: experiência de transfiguração Na alocução que precedeu a oração mariana, atendo-se à liturgia deste domingo na qual nos é apresentado o Evangelho da Transfiguração, o Santo Padre lembrou a sua recente viagem apostólica ao México dizendo ter sido uma experiência de transfiguração: “A viagem apostólica que realizei nos dias passados ao México foi uma experiência de transfiguração. Como assim? Porque o Senhor mostrou-nos a luz da sua glória através do corpo da sua Igreja, do seu Povo santo que vive naquela terra. Um corpo muitas vezes feridos, um Povo muitas vezes oprimido, desprezado, violado em sua dignidade. Efetivamente, os vários encontros vividos no México foram repletos de luz: a luz da fé que transfigura os rostos e ilumina o caminho.” Francisco explicou que o “baricentro” espiritual desta sua peregrinação foi o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe. “Permanecer em silêncio diante da imagem de Mãe era aquilo a que propunha por primeiro. E agradeço a Deus por ter-me concedido. Contemplei e deixei que me olhasse Aquela que traz impressos em seus olhos os olhares de todos os seus filhos, e recolhe as dores pelas violências, os sequestros, os assassinatos, os vilipêndios em detrimento de tanta gente pobre, de tantas mulheres.” Guadalupe: Santuário mariano mais visitado do mundo O Papa ressaltou que Guadalupe é o Santuário mariano mais visitado do mundo e que de todo o Continente americano “vão ali rezar onde a Virgem Morenita se apresentou ao índio São Juan Diego, dando início à evangelização do continente e à sua nova civilização, fruto do encontro entre diferentes culturas”. E esta é propriamente a herança que o Senhor entregou ao México, ressaltou o Santo Padre: “Proteger a riqueza da diversidade e, ao mesmo tempo, manifestar a harmonia da fé comum, uma fé sincera e robusta, acompanhada de uma grande carga de vitalidade e de humanidade.” Encontro entre Francisco e Kirill: evento é luz profética de Ressurreição Aludindo à viagem de ida ao México, o Pontífice acenou também o encontro ocorrido em Cuba entre ele e o Patriarca de Moscou e de todas as Rússias, Kirill, em encontro pelo qual disse elevar um louvor especial à Santíssima Trindade. “Um encontro muito desejado também por meus Predecessores. Também esse evento é uma luz profética de Ressurreição, da qual hoje o mundo precisa mais do que nunca. A Santa Mãe de Deus continue a guiar-nos no caminho da unidade. Rezemos a Nossa Senhora de Kazan, da qual o Patriarca kirill me presentou um ícone.” Por fim, o Papa presentou mais uma vez, aos que estavam na Praça São Pedro, a “medicina espiritual” chamada Misericordinha: uma caixinha que contém a coroa do Terço e imagem de Jesus Misericordioso. Francisco concedeu a todos a sua Bênção apostólica, desejou um bom domingo, bom almoço e pediu que rezassem por ele. Fonte: Rádio Vaticano

Orando com a Palavra no Grupo de Oração

Os Grupos de Oração da Renovação Carismática Católica têm se tornado muito mais que um agrupamento de pessoas, e sim um local de encontro pessoal com Cristo, e de vivência da graça do Batismo no Espírito Santo. Um Grupo de Oração verdadeiramente dócil ao Espírito Santo deve cultivar um profundo amor à Palavra de Deus. A Bíblia não deve ser utilizada somente no momento da pregação, devemos incentivar os participantes de nossos grupos a orar com a Palavra, pois ela irriga nossa vida espiritual. Sem a Palavra nossa espiritualidade fica estéril e na maioria das vezes sem frutos. A segunda carta de São Paulo a Timóteo, no capitulo 3, 16-17 nos diz: “Toda a Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça. Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, e capacitado para toda boa obra”. A Palavra nos capacita para toda boa obra, incluindo-se aí, a nossa oração pessoal, “ela” nos ajuda a orar. Quando nos aproximamos da Palavra de Deus, devemos fazê-lo com fé expectante, com a certeza de que Deus quer se revelar comunicando-se conosco.   No Grupo de Oração, a leitura de um Salmo, por exemplo, antes do momento de louvor, pode ajudar os participantes a se abrirem à oração. Lê-se o salmo, e depois os participantes vão lendo em voz alta o versículo que mais lhe chamou a atenção. Outra prática que pode ser utilizada é quando espontaneamente e movido pelo Espírito Santo um participante abre ao acaso a Sagrada Escritura e faz a leitura na página em que se abriu, de um ou dois versículos, que naquele momento mais lhe chamou a atenção. Este texto pode, com certeza, dar novo rumo à oração, ou até mesmo confirmar a direção que está sendo seguida.  Chamamos este versículo que nos salta aos olhos, que abrasa nosso coração, de rhema. Ele atualiza a Palavra em nossas vidas, tornando-a atual e vivencial. O rhema move nosso coração, suscita em nós o desejo de responder à Palavra de Deus, nos levando, portanto, a uma maior intimidade com Deus. Neste momento a Palavra deixa de ser algo distante, para se tornar íntima, atual. O Catecismo da Igreja Católica no número 2706 nos diz: “Meditando no que lê, o leitor se apropria do conteúdo lido, confrontando-o consigo mesmo. Neste particular, outro livro está aberto: o da vida. Passamos do pensamento à realidade. Conduzidos pela humildade e pela fé, descobrimos os movimentos que agitam o coração e podemos discerni-los”. Orando com a Palavra de Deus em nossos Grupos de Oração, certamente levaremos os participantes a experimentar profundamente o amor de Deus, que quer se comunicar com cada um. Amigo leitor e colaborador não perca esta oportunidade, Deus quer se revelar a você, procure hoje mesmo um Grupo de Oração. Lázaro Praxedes Núcleo Nacional do Ministério de Pregação

Juventude carismática do Brasil representada na reunião do YAI na Polônia

O YAI, Youth Arise International, foi fundado em 1994 pelaCaritas in Veritate International que é uma confederação de 32 organizações e serve diretamente ao Santo Padre. A missão do YAI é reunir grupos de diversos países dedicados a levantar uma geração de apóstolos para o serviço da Igreja. Em 2013, a RCCBRASIL realizou um Festival da Juventude Carismática, junto ao YAI, antes da Jornada Mundial da Juventude. O Festival reuniu 20 nações e nessa oportunidade a RCC do Brasil foi convidada a ter uma cadeira representativa no organismo. O jovem escolhido para representar a juventude carismática foi Lucas Torres, na época, coordenador nacional do Ministério Universidades Renovadas. Hoje, a juventude carismática tem uma nova representante, Karla Limoeiro, secretaria do MUR Brasil e na última quinta (25) embarcou para Roma. Karla deve participar de um fórum junto com os representantes dos outros movimentos jovens e depois viaja para Zory, na Polônia, onde acontecerá o fechamento da programação e a organização dos últimos detalhes do Festival da pré-JMJ 2016. O festival acontecerá entre os dias 22 e 25 julho na mesma cidade na Polônia. "Uma surpresa e um grande desafio. Desafio de representar a expressão de nossa juventude e de me deixar ser o que nós somos e não o que pessoalmente trago, esse é o grande desafio da representação." partilha Karla sobre o que sentiu ao receber o novo convite. "Uma grande providência de Deus por me permitir vivenciar essas experiências tão novas e que me enchem de alegria. Conhecer outros povos, outras cultura especialmente dentro da Igreja." completa. Antes de viajar, Karla pôde conversar com Lucas buscando algumas informações de como tudo funciona. Falou também com Fernando Gomes, coordenador nacional do MJ e com a Katia Roldi Zavaris, presidente do Conselho Nacional da RCCBRASIL. Com essas informações, foi possível se preparar para representar nosso país. "O objetivo de representar o Brasil nesta reunião é o de fazer comunhão, visto que a juventude carismática do nosso país é uma das mais expressivas do mundo, (...) levar as nossas experiências, nossas atividades de evangelização e também conhecer as outras que acontecem pelo mundo e no fim gerar unidade." explica. Já em Roma, Karla mandou uma mensagem aos jovens carismáticos: "Dentro da Basílica, quando passei na capela onde São João Paulo II foi sepultado eu lembrava da palavra de At 5,28 e de São João Paulo II quando diz 'não tenhais medo mas abri as portas a Cristo'. Vencer o medo e ir mais profundo seja onde for que o Senhor nos chame na nossa missão, pois o Senhor nos preparará grandes surpresas. (...) Ele sempre quer nos surpreender." concluiu. Fonte: Ministério Universidades Renovadas

CONVITE EDF 2016

A Renovação Carismática Católica da diocese de Bragança convida a todos os coordenadores de paróquia, de grupo de oração de Ministérios e membros de núcleos para participarem do Encontro de formação que acontecerá nos dias 04,05, 06 de Março na cidade de IPIXUNA do Pará. Tema: "SEDE MISERICORDIOSOS COMO O PAI É MISERICORDIOSO.” (Lc 6,36)  “Um Grupo de Oração bem formado é um Grupo de Oração vigoroso, que vive, até a alma, a identidade da RCC. Poderíamos dizer que a formação é uma das grandes garantias do vigor do Movimento da RCC e, ao mesmo tempo, da missionariedade da Renovação. Se eu não tenho uma fé sólida que responda os desafios do mundo, na primeira tempestade a casa cai. Então a formação com certeza é uma das grandes garantias do vigor da Renovação Carismática Católica”. Inscrições R$ 20+ alimentação 40,00. Obs. Os coordenadores de grupo de oração e contribuintes que estirem em dias com sua contribuição serão isentos da taxa de inscrições. Atenção coordenadores de paroquias e de Grupos de oração: suas respectivas formações começarão na sexta-feira dia 4 pela Manhã. Presença confirmada de Salomão Ronaldo coordenador do estado.                                                                                                                                                    José Ribamar                                                                                                                       Coordenador do ministério de                                                                                                                                              formação  

Missão Divina Providência

Bendito seja Deus que pela força do seu Espirito nos conduz. Irmãos, certamente já ouvimos falar da DIVINA PROVIDÊNCIA, de sua ação em nosso MEIO, em NÓS e, a partir de nós. No entanto, muitos ainda têm dúvidas sobre o que é e como viver dela. O Catecismo da Igreja Católica (CIC) define a Divina Providência como as disposições pelas quais Deus conduz a Sua criação em ordem a essa perfeição: “Deus guarda e governa, pela Sua providência, tudo quanto criou, atingindo com força, de um extremo ao outro, e dispondo tudo suavemente” (Sb 8,1), porque “tudo está nu e patente a seus olhos” (Hb 4,13), mesmo aquilo que “depende da futura ação livre das criaturas” (CIC 302). A Divina Providência está ligada a sua Onipotência: “para Deus nada é impossível” (Lc 1,37). Por outro lado, mesmo conduzindo tudo, Ele jamais retira a liberdade do homem. “Em Deus, vivemos, movemos e existimos” (At 17,28). Ele está presente em todas as situações, mesmo nas ocorrências dolorosas e nos acontecimentos aparentemente sem sentido. Reconhecer, confiar nesta dependência total do Senhor é fonte de sabedoria e de liberdade, de alegria e de confiança (Sb 11,24-26). O próprio Jesus recomendou o abandono total à providência celeste, sendo Ele o próprio a testemunhar, com Sua vida, que o Senhor cuida de todas as coisas: “Não vos inquieteis, dizendo: ‘Que havemos de comer?’ ‘Que havemos de beber?’ [...] Bem sabe o vosso Pai celeste que precisais de tudo isso. Procurai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça e tudo o mais vos será dado por acréscimo” (Mt 6,31-33). Segundo Dom Orlando Brandes, a melhor atitude diante da Providência Divina é a colaboração de nossa parte. Rezar como se tudo dependesse de Deus, e trabalhar como se tudo dependesse de nós. Outra atitude sábia é a da confiança, do saber abandonar-se na bondade, sabedoria e onipotência de Deus. Fazer tudo para mudar o que é possível ser mudado e aceitar tudo o que não pode mais ser mudado, eis a espiritualidade do abandono, da confiança, da entrega de si nas mãos do Bom Pastor, o Deus da vida. Após esse breve comentário sobre a DIVIVA PROVIDÊNCIA, iniciaremos uma serie de formações sobre a MISSÃO DIVINA PROVIDENCIA, projeto de evangelização e formação administrativa da RCC. MISSÃO DIVINA PROVIDENCIA. CONCEITO: * É o suporte administrativo e financeiro na RCC da Diocese de Bragança-Pa. * É a experiência da partilha gerando unidade entre os irmãos que formam o corpo de Cristo. *É através da MISSÃO DIVINA PROVIDÊNCIA que todos os projetos da RCC da Diocese de Bragança são realizados. ( 2 COR 8,12-14) OBJETIVO GERAL: •       Fazer discípulos de nosso Senhor Jesus Cristo, evangelizando o povo de Deus no Brasil, a partir da experiência do Batismo no Espírito Santo. OBJETIVOS ESPECIFICOS: -Promover evangelização administrativa para todos os membros da RCC. -Gerar unidade em torno dos projetos da RCC na diocese ou fora dela. -Estruturar administrativa e financeiramente a RCC em todas as instâncias. -Sensibilizar os membros da RCC para a devolução fiel do dízimo. VALORES: ( ATOS 2,42-47) CONFIANÇA. -RETIDÃO. -UNIDADE. -PARTILHA. Francinete Soares Comissão administrativa

“Toquem meu povo” é a palavra de ordem, declarou Katia Zavaris

Neste quarto dia de ENF, a presidente do Conselho Nacional da RCC do Brasil, Katia Roldi Zavaris, iniciou a primeira pregação. Com o tema “Repletos da alegria que vem da glória de Deus”, ela destacou os principais pontos da profecia suscitada pelo Senhor na última reunião do Conselho realizada em setembro passado. As moções foram inspiradas na passagem bíblica no livro do profeta Baruc (cap. 4, vers. 36-37) que diz: “Jerusalém, volta o teu olhar para o oriente, vê a alegria que te vem de Deus. Olha! Eis que voltam os filhos que viras partir. Chegam do oriente e do ocidente, à voz do Altíssimo, repletos da alegria que lhes dá a glória de Deus”. A presidente falou sobre os sinais proféticos que confirmam as moções dadas ao conselho. Entre estes sinais estão a lotação máxima do Centro de Eventos neste ano e a visualização da imagem de Jesus soprando um novo sopro sobre os estados brasileiros. Ela convocou a todos os carismáticos a tomarem a decisão de se converter verdadeiramente para servir ao Senhor nos mínimos detalhes e profetizou:“Está inaugurado o ano de uma grande multiplicação dos grupos de oração no Brasil. Providenciem locais maiores para todas as ações, os espaços atuais não vão comportar o número de pessoas!”. Com muita alegria, Katia exortou a todos dizendo que “o Senhor nos carrega no colo sempre. Ele cuida de nós o tempo todo, mas está na hora de descer do colo e servir a Deus!”. Ela explicou que o novo sopro de Jesus sobre nós nos levantará de todas as nossas angústias e aflições para servirmos verdadeiramente e com alegria. “A superlotação deste espaço de eventos é um grande sinal de que Deus está nos levantando e atraindo para Si todos aqueles que haviam partido. O retorno dos filhos que partiram se refletirá em todas as dioceses e Grupos de Oração do país”, declarou. Toquem meu povo “Toquem meu povo” foi a palavra de ordem proclamada por Katia para este Ano Santo da Misericórdia. Inspirada pelas palavras de Francisco que pediu aos fieis para “sermos ilhas de misericórdia no mar da indiferença” e por outra profecia para a RCC, ela convocou a todos os coordenadores de G.O. a pastorear o povo e acolhê-lo realizando visitas, levando o amor de Deus e sua misericórdia, cuidando das ovelhas em 2016. “Eis que se levanta um exército movido pelo sopro do Espírito Santo”, afirmava a palavra profética ao Conselho. Para encerrar a pregação, Katia realizou uma dinâmica simbolizando as etapas do novo sopro (conforme a imagem) definidas como presença de Deus (espaços em branco), toque de Deus (massinha branca), aperfeiçoamento (massinha azul) e sopro de Deus (massinha amarela). Ao final, a assembleia juntamente com o Conselho, sacerdotes e demais convidados oraram pedindo um novo sopro sobre os Grupos de todo Brasil.

Jesus no Litoral deixará saudades ao verão bragantino

Realizar um evento na proporção do Jesus no Litoral é sempre um grande desafio para quem organiza. Hospedagem, alimentação, infraestrutura e pessoal disponível tem sido obstáculos tão presentes, mas superado através de oração, empenho e dedicação. Basta encerrar uma edição para se pensar em outra. Mas de onde vem os recursos? Corações solidários tem surgido graças a Divina Providência. A Missão Jesus no Litoral é uma experiência aprofundada do amor doação, que tem arrastado grandes exemplos de perseverança. Perseverança que supera qualquer sentimento de desistência, principalmente, quando se vai na porta de um empresário para pedir. A Graça de Deus vai além quando corações sensíveis estão abertos a esta causa nobre. Todos os anos a Renovação Carismática tem sensibilizado as pessoas sobre os frutos da Missão. “Não é para nós, tudo isso é para os necessitados de paz e conversão”, frase esta que invade os corredores da Missão. A edição 2015 do Jesus no Litoral vai deixar saudades, um vazio enorme no coração de quem lutou para que o evento acontecesse da melhor forma possível e um desejo incalculável de que precisa muito mais, tanto do projeto e de quem faz acontecer. Hoje, as centenas de missionários levaram para suas cidades uma bagagem enorme de que o Reino de Deus foi um presente de Deus, mas que para receber de fato é necessário abrir a embalagem e amar o que recebeu: Jesus te ama. Depois de quatro dias de evangelização se encerra mais um Jesus no Litoral. Que venha 2016.

Missão Jesus no Litoral 2015 começa nesta quinta

Aproximadamente 140 jovens de toda a Diocese de Bragança participarão de mais uma edição da Missão Jesus no Litoral, que está em seu 8º ano e que acontece na praia de Ajuruteua, litoral do município de Bragança, Pará. A alegria de participar da missão, que já faz parte do cronograma cultural municipal, tem incentivado cada vez mais o público jovem. Missionários do município de Mãe do Rio, por exemplo, amanheceram à espera do ônibus. Muitos desta caravana estão na missão pela primeira vez, outros já tem experiência. O Jesus no Litoral é um evento promovido pela Renovação Carismática Católica de Bragança, organizado de forma especial pelo Ministério Jovem Diocesano. O objetivo é levar Jesus ao veranistas que frequentam a praia de Ajuruteua no último final de semana de julho, quando se tem um dos maiores públicos de visitação. A missão não acontece apenas na praia, mas na Vila dos Pescadores, e também se estende ao Centro de Recuperação de Bragança (CRB-Bragança) e ao Hospital Santo Antônio Maria Zacaria, aonde jovens também fazem evangelização. O projeto de evangelização tem mudado a vida de muitas pessoas que são abordadas de uma forma querigmática, ou seja, através do primeiro anúncio que revela o amor de Deu a humanidade. Dizer “Jesus te ama” é parte da experiência vivida por cada missionários que deve ser pregado de forma objetiva e testemunhal. Desta forma é possível transmitir este amor que está em casa missionário. A Missão Jesus no Litoral 2015 começa nesta quinta-feira, 30, e termina domingo, 02 de agosto. Quem quiser participar da programação, a coordenação publicou os momentos principais do evento: Quinta-feira, 30/07 • A partir das 15h30 – Chegada dos Missionários • 20h – Missa de envio com D. Luiz Ferrando (Igreja Nsa. Sra. da Conceição – Igreja da Praia) Sexta-feira, 31/07 • 14h30 às 17h30 – missão no presídio, hospitais, na Vila Bonifácio e casas de Ajuruteua. • 19h30 – Missa na Igreja Nsa. Sra. da Conceição • 21h as 22h30 - Evangelização a Beira Mar- “Luau Radical” Sábado – 01/08 • 8h20 às 11h – Missão na areia • 14h45 às 17 – Missão na areia • 17h15 às 18h – Aeróbica • 19h30 - Missa na Igreja Nsa. Sra. da Conceição • 21h às 23h – Noite Cultura na praça da Igreja Nsa. Sra. da Conceição Domingo – 02/08 • 5h as 6h30 – Pit Stop 1...2...3... Jesus te ama! • 7h30 às 10h30 – Missão na areia • 11h – Missa de encerramento celebrada por D. Luiz Ferrando na Igreja Nsa. Sra. da Conceição.

JESUS NO LITORAL, UMA VIRADA RADICAL

Jovens dão suas férias pra Jesus. A Missão Jesus no Litoral é um projeto missionário do movimento RCC da Igreja Católica que teve início no estado do Paraná em 2002 e rapidamente espalhou-se pelo Brasil. Na região norte do país, a diocese de Bragança-pa foi a primeira a executar o projeto no ano de 2008. Desde então, todos os anos, no mês de julho, a cidade de Bragança, mais precisamente na praia de Ajuruteua, abre as portas e recebe centenas de missionários jovens de várias paróquias de nossa diocese e das dioceses vizinhas de Castanhal e Belém. Este grandioso projeto missionário, que na diocese de Bragança foi fortemente inspirado pelo Documento de Aparecida, tem seu início nas próprias paróquias, onde, durante meses, se preparam formando missionários e fazendo diversas missões nos lugares mais distantes de nossa diocese. Após esse período intenso de preparação, os missionários são chamados para a missão na praia de Ajuruteua, uma das praias mais linda e mais visitada no veraneio paraense. Durante quatro dias os 150 missionários ficam alojados na praia e protagonizam junto com os veranistas uma extensa programação que inclui aeróbica, brincadeiras com crianças na areia, pit stop, shows católicos, apresentações de dança e teatro e Santa Missa. A missão conta com o apoio do Bispo Dom Luis Ferrando, que todos os anos faz questão de celebrar a Missa de abertura em Ajuruteua. Outro momento marcante na programação do Jesus No Litoral é quando os missionários invadem a areia da praia e anunciam, para cada um dos milhares de veranistas, o Amor de Deus. Esta é a mensagem que os missionários trazem no coração e que não se cansam de repetir: DEUS TE AMA E O AMOR DELE POR VOCÊ É INABALÁVEL. Além da evangelização na areia os missionários também evangelizam hospitais e presidiários na cidade de Bragança. Este ano o Jesus no Litoral acontece de 30 de julho a 02 de Agosto. Jovens dão suas férias pra Jesus. A Missão Jesus no Litoral é um projeto missionário do movimento RCC da Igreja Católica que teve início no estado do Paraná em 2002 e rapidamente espalhou-se pelo Brasil. Na região norte do país, a diocese de Bragança-pa foi a primeira a executar o projeto no ano de 2008. Desde então, todos os anos, no mês de julho, a cidade de Bragança, mais precisamente na praia de Ajuruteua, abre as portas e recebe centenas de missionários jovens de várias paróquias de nossa diocese e das dioceses vizinhas de Castanhal e Belém. Este grandioso projeto missionário, que na diocese de Bragança foi fortemente inspirado pelo Documento de Aparecida, tem seu início nas próprias paróquias, onde, durante meses, se preparam formando missionários e fazendo diversas missões nos lugares mais distantes de nossa diocese. Após esse período intenso de preparação, os missionários são chamados para a missão na praia de Ajuruteua, uma das praias mais linda e mais visitada no veraneio paraense. Durante quatro dias os 150 missionários ficam alojados na praia e protagonizam junto com os veranistas uma extensa programação que inclui aeróbica, brincadeiras com crianças na areia, pit stop, shows católicos, apresentações de dança e teatro e Santa Missa. A missão conta com o apoio do Bispo Dom Luis Ferrando, que todos os anos faz questão de celebrar a Missa de abertura em Ajuruteua. Outro momento marcante na programação do Jesus No Litoral é quando os missionários invadem a areia da praia e anunciam, para cada um dos milhares de veranistas, o Amor de Deus. Esta é a mensagem que os missionários trazem no coração e que não se cansam de repetir: DEUS TE AMA E O AMOR DELE POR VOCÊ É INABALÁVEL. Além da evangelização na areia os missionários também evangelizam hospitais e presidiários na cidade de Bragança. Este ano o Jesus no Litoral acontece de 30 de julho a 02 de Agosto.

Equipe Diocesana estará em Bragança

A comissão para construção da Sede da RCC estará em Bragança no próximo final de semana, entre os dias 20 a 21 de fevereiro. O grupo formado por membros do conselho diocesano foi criado para elaborar projetos e estratégias como forma de agilizar e tornar possível o sonho do movimento em ter um local fixo para grandes encontros. A sede da RCC está sendo construída no município de Paragominas. A obra está orçada em mais de R$ 1,2 milhão. O Centro Diocesano será um lugar de encontro de Formação e Acolhimento. Um lugar para grandes eventos que devem reunir toda a Igreja e promover evangelização. A pretensão é que até 2017 a obra esteja concluída, mas para isso precisará da ajuda dos fiéis. A participação dos servos do movimento acontece por meio de contribuições, como é caso da Missão Divina Providência que reúne sócios para doação mensal com parcelas mínimas de R$ 20,00. O número de colaboradores ainda é pequeno. Por isso é necessário a sensibilização de lideranças locais a incentivarem a participação na Missão. A comissão de construção apresentará aos bragantinos e região o veículo HB20 0km que será sorteado através de bingo eletrônico no dia 05 de abril. As cartelas estão sendo vendidas nos grupos de oração das paróquias no valor de R$ 25. Durante apresentação do prêmio a comissão realizará um grande grupo de Oração na Catedral de Nossa Senhora do Rosário, no sábado, as 19h30.

COMISSÃO DA CONSTRUÇÃO DEFINE METAS PARA MANUTENÇÃO DA OBRA

A obra não para e o Centro Diocesano da RCC de Bragança, que está sendo construído em Paragominas, segue com a implantação dos alicerces. O trabalho faz parte da primeira etapa, a mais delicada e importante. Para este primeiro momento serão necessários investimentos aproximados a R$ 392 mil. Embora falte no caixa, este valor não tem desmotivado o avanço da construção, pois em meio aos contratempos a divina providência tem mostrado sinais surpreendentes através de doações que tem incentivado a continuação da obra. As doações generosas surgem e despertam no coração de quem está à frente dos trabalhos uma vontade inexplicável do servir. Não é só isso, o motivo maior é quando, no mais simples detalhe, Deus está ensinando que é necessário paciência e perseverança, pois se trata de um sonho Dele, e não dos homens. Para o presidente Diocesano da RCC de Bragança Ribamar Silva, “é comum encontrarmos dificuldade e pessoas que queiram desistir. Mas nada fará com que paremos. Se Deus confiou em nós esta tarefa, nós temos a obrigação de executar, como filhos obedientes”. Ele ainda diz “Se Deus acredita em nossa capacidade, não temos que nos preocupar em nada. Ele está à frente de tudo”. Ribamar tem visitado a obra frequentemente. Sempre que vai lá, tem se preocupado em levar novos servos para conhecer a construção. Há duas semanas, ele se reuniu com os membros da comissão para a construção da Sede e todos ficaram encantados com o sonho que está se realizando. A obra está orçada em mais de R$ 1,2 milhão. Um grande valor aos olhos dos homens, mas possível ao desejo de Deus. O Centro Diocesano será um lugar de encontro de Formação e Acolhimento. Um lugar para grandes eventos que devem reunir toda a Igreja e promover evangelização. A pretensão é que até 2017 a obra esteja concluída, mas para isso precisará da ajuda dos fiéis. A participação dos servos do movimento acontece por meio de contribuições, como é caso da Missão Divina Providência que reúne sócios para doação mensal com parcelas mínimas de R$ 20,00. O número de colaboradores ainda é pequeno. Por isso é necessário a sensibilização de lideranças locais a incentivarem a participação na Missão. Durante Assembleia Ordinária Diocesana que aconteceu entre os dias 31 de outubro e 02 de novembro, no município de Capitão Poço, o conselho acordou que cada coordenação paroquial apresentasse alternativas para a contribuição, tanto para a construção do Centro, como para a manutenção dos encontros a níveis diocesanos. Desta forma, o próprio conselho, através da Comissão para a Construção da Sede, apresentou a proposta de uma Ação Solidária que sorteará um carro 0km com previsão para o dia 15 de Fevereiro em Paragominas. Os sorteios serão distribuídos nas paróquias a custo de R$ 25 reais cada, beneficiando também as paróquias. Alternativas surgem como luz e o desejo de Deus no meio da Renovação Diocesana de Bragança está se realizando. Veja mais imagens da obra no mural de fotos do site.

“Pertencer à Igreja é um dom maravilhoso”

Apresentamos as palavras do Papa Francisco pronunciadas na catequese desta quarta-feira (26), na Praça de São Pedro. Queridos irmãos e irmãs, bom dia, um pouco 'feio' o dia, mas vocês são corajosos, parabéns! Esperamos rezar juntos hoje. Ao apresentar a Igreja aos homens do nosso tempo, o Concílio Vaticano II tinha bem presente uma verdade fundamental, que não se pode nunca esquecer: a Igreja não é uma realidade estática, parada, com fim em si mesma, mas está continuamente em caminho na história, rumo à meta última e maravilhosa que é o Reino dos céus, do qual a Igreja na terra é a semente e o início (cfr. Conc. Ecum. Vat. II, Cost. dog. sobre a Igreja Lumen Gentium, 5). Quando nos dirigimos para este horizonte, percebemos que a nossa imaginação bloqueia, revelando-se capaz apenas de intuir o esplendor do mistério que supera os nossos sentidos. E surgem espontaneamente em nós algumas perguntas: quando acontecerá esta passagem final? Como será a nova dimensão na qual a Igreja entrará? O que será, então, da humanidade? E da criação que nos circunda? Mas estas perguntas não são novas, os discípulos já as haviam feito a Jesus naquele tempo: “Mas quando isso acontecerá? Quando será o triunfo do Espírito sobre a criação, sobre o criado, sobre tudo...” São perguntas  humanas, perguntas antigas. Também nós fazemos estas perguntas. A Constituição conciliar Gaudium et Spes, diante dessas interrogações que ressoam desde sempre no coração do homem, afirma: “Ignoramos o tempo em que terão fim a terra e a humanidade, e não sabemos o modo em que será transformado o universo. Passa certamente o aspecto desse mundo, deformado pelo pecado. Sabemos, porém, pela Revelação, que Deus prepara uma nova habitação e uma terra nova, em que habita a justiça e cuja felicidade saciará abundantemente todos os desejos de paz que surgem no coração dos homens” (n. 39). Eis a meta à qual tende a Igreja: é, como diz a Bíblia, a “Nova Jerusalém”, o “Paraíso”. Mais que um lugar, trata-se de um “estado” da alma em que as nossas expectativas mais profundas serão realizadas de modo superabundante e o nosso ser, como criaturas e como filhos de Deus, chegará à plena maturidade. Seremos finalmente revestidos pela alegria, pela paz e pelo amor de Deus de modo completo, sem mais limite algum, e estaremos face a face com Ele! (cfr 1 Cor 13, 12). É belo pensar nisto, pensar no Céu. Todos nós nos encontraremos lá, todos. É belo, dá força à alma. Nesta perspectiva, é belo perceber como há uma continuidade e uma comunhão de fundo entre a Igreja que está no Céu e aquela ainda em caminho na terra. Aqueles que já vivem na presença de Deus podem, de fato, nos apoiar e interceder por nós, rezar por nós. Por outro lado, também nós somos sempre convidados a oferecer obras boas, orações e a própria Eucaristia para aliviar a tribulação das almas que ainda estão à espera da beatitude sem fim. Sim, porque na perspectiva cristã, a distinção não é entre quem já está morto e quem ainda não está, mas entre quem está em Cristo e quem não o está! Este é o elemento determinante, realmente decisivo para a nossa salvação e para a nossa felicidade. Ao mesmo tempo, a Sagrada Escritura nos ensina que a realização deste desígnio maravilhoso não pode não interessar também a tudo aquilo que nos circunda e que saiu do pensamento e do coração de Deus. O apóstolo Paulo o afirma de modo explícito, quando diz que “também a mesma criação será libertada da escravidão da corrupção, para entrar na liberdade da glória dos filhos de Deus” (Rm 8, 21). Outros textos utilizam a imagem do “céu novo” e da “terra nova” (cfr 2 Pe 3, 13; Ap 21, 1), no sentido de que todo o universo será renovado e será libertado uma vez para sempre de todo traço do mal e da própria morte. Aquela que se prospecta, como cumprimento de uma transformação que na realidade já está em ação a partir da morte e ressurreição de Cristo, é então uma nova criação; não, portanto, o aniquilamento do cosmo e de tudo aquilo que nos circunda, mas um levar cada coisa à sua plenitude de ser, de verdade, de beleza. Este é o desígnio que Deus, Pai, Filho e Espírito Santo, desde sempre quer realizar e está realizando. Queridos amigos, quando pensamos nestas realidades maravilhosas que nos esperam, percebemos o quanto pertencer à Igreja é realmente um dom maravilhoso, que traz inscrita uma vocação altíssima! Peçamos, então, à Virgem Maria, Mãe da Igreja, para vigiar sempre sobre o nosso caminho e nos ajudar a ser, como ela, sinal alegre de confiança e de esperança em meio aos nossos irmãos. Fonte: Zenit

Papa: o Espírito Santo faz a unidade da Igreja

Quarta-feira, 03 de dezembro, largos milhares de peregrinos desafiaram a manhã chuvosa de Roma e acolheram na Praça de S. Pedro o Papa Francisco para a tradicional Audiência Geral. Tema da Catequese: a recente Viagem do Santo Padre à Turquia. “Sinto, em primeiro lugar, o dever de renovar a expressão do meu reconhecimento ao presidente da República, ao Primeiro-Ministro, ao Presidente para os Assuntos Religiosos e às outras autoridades, que me acolheram com respeito e garantiram a boa ordem dos eventos. Agradeço fraternalmente os Bispos da Igreja Católica na Turquia, pelo seu empenho, como também o Patriarca Ecumênico, Sua Santidade Bartolomeu I pelo cordial acolhimento” O Papa Francisco referiu-se a cada um dos dias da sua Viagem Apostólica à Turquia começando por referir que o primeiro dia foi mais dedicado a encontros com as autoridades do país. O Santo Padre registou o facto de que a Turquia é de maioria muçulmana, mas tem uma Constituição que garante a laicidade do Estado. O Papa aproveitou a oportunidade para lembrar a importância de que cristãos e muçulmanos trabalhem juntos na promoção da solidariedade, da paz e da justiça. “Por isto eu insisti na importância de que cristãos e muçulmanos se empenhem juntos pela solidariedade, pela paz e a justiça, afirmando que cada Estado deve assegurar aos cidadãos e às comunidades religiosas uma liberdade de culto.” O segundo dia da Viagem à Turquia – continuou o Santo Padre – teve como centro a Celebração Eucarística, na qual participaram os pastores e fiéis dos diversos Ritos católicos na Turquia. Também estiveram presentes representantes de outras Igrejas e Comunidades eclesiais, que se uniram na invocação ao Espírito Santo pela unidade da Igreja. “Juntos invocamos o Espírito Santo, Aquele que faz a Unidade da Igreja: unidade na fé, unidade na caridade, unidade na coesão interior.” O terceiro e último dia, Festa do Apóstolo Santo André – observou ainda o Santo Padre – ofereceu o contexto ideal para fortalecer as relações fraternas entre o Bispo de Roma e o Patriarca Ecuménico de Constantinopla. Foi assinada uma Declaração conjunta que representa mais uma etapa na estrada da plena comunhão entre católicos e ortodoxos. Pela intercessão de Nossa Senhora, possa esta Viagem produzir abundantes frutos no diálogo com os irmãos ortodoxos, com os muçulmanos e contribuir para a construção da paz entre os povos – concluiu o Papa Francisco que não deixou de se referir ao último encontro que teve com um grupo de jovens refugiados acolhidos por uma comunidade de salesianos: “O último encontro foi com um grupo de jovens refugiados, acolhidos pelos salesianos. Era muito importante para mim, encontrar alguns refugiados da zona de guerra do Médio Oriente, seja para exprimir-lhes a minha proximidade e da Igreja, seja para sublinhar o valor do acolhimento, em que também a Turquia muito se empenhou.” O Papa Francisco saudou também os peregrinos de língua portuguesa: “Dirijo uma saudação cordial aos peregrinos de língua portuguesa, particularmente aos membros das Romarias Quaresmais de São Miguel, no Arquipélago dos Açores. Queridos amigos, obrigado pela vossa presença e, sobretudo pelas vossas orações! Peçamos ao Espírito Santo, artífice da unidade da Igreja, que aplane a estrada para a plena comunhão de todos os cristãos no Senhor Jesus. Que Deus vos abençoe a vós e a vossos entes queridos!” O Papa Francisco a todos deu a sua bênção! Fonte: Rádio Vaticano

Artes gráficas para Carnaval e Pentecostes estão disponíveis para download

Já estão disponíveis para download as sugestões de artes de divulgação para os retiros de Carnaval e para as celebrações de Pentecostes. As temáticas trabalhadas nas imagens seguem os direcionamentos para o ano de 2015 definidos pelo Conselho Nacional, em setembro de 2014. Seguindo a reflexão do tema do ano: "Se vivemos pelo Espírito, andemos de acordo com o Espírito" (GL 5,25), Inflamando a Chama rumo ao Jubileu de Ouro da RCC, o Movimento sugere trabalhar as seguintes temáticas: Para os retiros de Carnaval: “Deixai-vos conduzir pelo Espírito Santo” (Gl 5, 16a); para os eventos de Pentecostes: “Reaviva a chama do dom de Deus que está em ti” ( 2 Tm 1,6). As artes para serem baixadas contam com cartaz de divulgação e camiseta para o carnaval, além das fontes utilizadas nas imagens. Os arquivos estão nos formatos: cdr, psd e jpeg. Em caso de dúvidas sobre o download e as artes, entre em contato com o Departamento de Comunicação da RCCBRASIL, pelo e-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.. Fonte: http://www.rccbrasil.org.br/portal/

Família será tema do 49º Dia Mundial das Comunicações Sociais

Nesta semana, o Vaticano divulgou o tema para o 49º Dia Mundial das Comunicações Sociais que será 'Comunicar a família: ambiente privilegiado do encontro na gratuidade do amor'. A temática fará paralelo à 14ª Assembleia Ordinária do Sínodo dos Bispos, que ocorrerá em 2015. Todos os anos, em 24 de janeiro, na festa de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas, a Igreja publica a mensagem escrita pelo papa, com as orientações referentes ao Dia Mundial das Comunicações. São cartas que sempre tratam de assuntos que estejam em evidência na sociedade. Em sintonia com a Igreja, desde seu surgimento, o Ministério de Comunicação Social da RCCBRASIL se norteia por essas mensagens, aplicando os temas discutidos nas diversas realidades espalhadas pelo país. Para Airton Rocha, coordenador nacional do Ministério de Comunicação Social, estar orientado pela Igreja de forma direta é um privilégio. “Alguns setores da sociedade têm esse privilégio e a comunicação é um deles. O Ministério de Comunicação segue e mescla com os direcionamentos da RCCBRASIL, tudo que o Santo Papa nos orienta. Os últimos temas têm sido riquíssimos e esse é incrivelmente rico, desafiador e motivador. Vamos estar junto da família, a defendendo”, destaca. O coordenador também comenta que o Papa Francisco já vinha dando indicativos dos caminhos a viver ao longo dos próximos meses. Inclusive, no comunicado divulgado pelo Vaticano sobre o tema escolhido, é destacado que “a Igreja hoje deve novamente aprender a dizer o quanto a família é um grande dom, bom e belo. É chamada a encontrar o modo para expressar que a gratuidade do amor, que se oferece aos esposos, aproxima todos os homens a Deus e esta é uma tarefa magnífica. Porque direciona o olhar para a verdadeira realidade do homem e abre as portas para o futuro, a vida”, dizem as palavras do pontífice. A reflexão retoma os ensinamentos de São João Paulo II na 'Familiaris consortio', que trata da família e as mudanças culturais. Em um trecho da encíclica, o santo escreveu que “as relações entre os membros da comunidade familiar são inspiradas e guiadas pela lei da ‘gratuidade’ que, respeitando e favorecendo em todos e em cada um a dignidade pessoal como único título de valor, se torna acolhimento cordial, encontro e diálogo, disponibilidade desinteressada, serviço generoso, solidariedade profunda”. Airton reforça que desde o Concílio Vaticano II, os papas veem encaminhado os fiéis ao serviço de proteger a família. “Nos últimos anos, a comunicação tornou-se Ministério indispensável na disseminação da Cultura de Pentecostes. Desta forma, o Ministério de Comunicação Social não poupará forças para promover a cultura do encontro, semear a vida no Espírito e proteger o conceito de família”, garante. A celebração das comunicações é o único Dia Mundial estabelecido pelo Concílio Vaticano II, por meio do Decreto Inter Mirifica – 1963. Dioceses de todo o mundo organizam atividades para comemorar este dia, com missas, encontros de formação, coletivas de imprensa, debates, entre outros. O evento será celebrado no dia 17 de maio, domingo que antecede Pentecostes. Fonte: www.rccbrasil.org.br/

Conselho Nacional define tema para 2015

Em 2014, a Renovação Carismática Católica do Brasil se empenhou em trabalhar, aprofundar e vivenciar o tema da unidade. Até mesmo, Papa Francisco em seu discurso à RCC, neste ano, convidou o Movimento a se unir, confirmando a temática brasileira presente em Efésios 4, 3: “Conservar a unidade do Espírito pelo vínculo da Paz”. Hoje (27), reunido em Aparecida/SP, o Conselho, em instância nacional de discernimento, movido pelo Espírito Santo discerniu que em 2015 o tema que norteará a RCC do Brasil será:     "SE VIVEMOS PELO ESPÍRITO, ANDEMOS DE ACORDO COM O ESPÍRITO" (GL 5,25). Inflamando a Chama rumo ao Jubileu de Ouro da RCC   Toda a temática será empenhada em incentivar nos carismáticos de todo o país a um verdadeiro retorno ao primeiro amor, que gere conversão, em vista de se alcançar uma maturidade eclesial e espiritual, que alcance cada Grupo de Oração do Brasil. Um importante fruto da ação do Espírito Santo é a comunhão fraterna. Nesse sentido a RCCBRASIL continuará refletindo e reconstruindo a unidade do Movimento. A moção também segue os direcionamentos do ICCRS (Serviços para a Renovação Carismática Católica Internacional) em preparação à grande celebração do Jubileu de Ouro da RCC, em 2017, conforme a segunda etapa do projeto (confira aqui). Além deste, que servirá de direcionamento para o Movimento durante todo o ano de 2015, também foram discernidos temas para outros eventos específicos da RCC do Brasil. Para os retiros de Carnaval, o tema será: “Deixai-vos conduzir pelo Espírito Santo” (Gl 5, 16a) Para os Cenáculos com Maria, “O Espírito Santo descerá sobre ti” ( cf. Lc 1, 35b) E para os eventos que celebram Pentecostes, “Reaviva a chama do dom de Deus que está em ti” ( 2 Tm 1,6). Fonte: RCC Brasil

Hoje debate presidencial nas TVs católicas

Os preparativos para o VIII Encontro Mundial das Famílias foi apresentado nesta terça-feira, 16, em coletiva de imprensa no Vaticano. O evento acontecerá na Filadélfia (EUA), de 22 a 27 de setembro de 2015. “Teve início a contagem regressiva para o Encontro Mundial das Famílias”. Com essas palavras, o arcebispo de Filadélfia, Dom Joseph Chaput, sintetizou o clima de expectativa com o qual se aguarda e se prepara esse grande evento. “Esperamos fortemente que o Santo Padre esteja entre nós na Filadélfia. O evento do próximo ano se torna mais real com o passar das horas. Filadélfia tem profundas raízes religiosas e o Papa Francisco é muito amado, dentro e fora da Igreja nos EUA. Como já disse em outra ocasião, estão previstos entre 10 a 15 mil participantes do Congresso sobre a família, provenientes do mundo inteiro. Uma Missa celebrada pelo Papa poderia facilmente atrair mais de um milhão de pessoas”, destacou Dom Chaput. Sobre o tema do Encontro “O amor é a nossa missão: a família plenamente viva”, o arcebispo ressaltou que foi preparado um texto de catequese sobre assuntos relacionados à família. Ademais, o prelado recordou os dois patronos do evento: São João Paulo II, que justamente 20 anos atrás iniciava os Encontros Mundiais das Famílias, e Santa Gianna Beretta Molla, exemplo extraordinário de mãe e mulher cristã. A família Riley, da Filadélfia, engajada nos preparativos do Encontro, também participou da coletiva. “Sentimo-nos comovidos por acolher em Filadélfia um evento de tal alcance, centralizado na família. A família é muito importante, determinante para o crescimento dos filhos. 20 anos atrás me converti ao catolicismo: fui atraída por sua atenção às mulheres, às mães e à família”, afirmou Barbara Riley. Eventos preparatórios Por sua vez, o presidente do Pontifício Conselho para a Família, Dom Vincenzo Paglia, enumerou uma série de eventos e iniciativas que precederão o Encontro de Filadélfia: em particular, na próxima quinta-feira, 18, o simpósio “Família e pobreza”, promovido em parceria com a “Caritas Internacional” e, sobretudo, o encontro do Papa Francisco com os avôs, no último domingo deste mês, 28 de setembro, na Praça São Pedro. Espera-se a participação de cerca de 40 mil pessoas – provenientes de 20 países –, entre as quais um casal de anciãos refugiados do Iraque que dará seu testemunho sobre os sofrimentos do povo iraquiano, ressaltou o presidente do Pontifício Conselho para a Família. Todos esses eventos, ressaltou Dom Paglia, evidenciam a importância da família, apesar das dificuldades que deve enfrentar: “Muitas vezes as famílias são esquecidas e por vezes fustigadas, mas, graças a Deus, existem milhões e milhões delas que literalmente mantêm a Igreja e a sociedade em vida.” Beleza da família no projeto de Deus Durante a coletiva foi ressaltado que o Encontro de Filadélfia será uma ocasião fecunda de ulterior debate e reflexão após o Sínodo extraordinário sobre a família. Em seguida, Dom Chaput quis evidenciar que não se deve falar somente dos problemas da família, mas de sua beleza no projeto de Deus: “Trataremos de temas reais: de fato, deveremos falar do projeto de Deus partindo da realidade de nossas próprias experiências, inclusive das experiências difíceis. Porém, a finalidade é encorajar as famílias a fim de que acolham o projeto de Deus com alegria. A Igreja tem dois mil anos de experiência no empenho em ajudar-nos a fazer essa reflexão, a ajudar as famílias a incorporar essa experiência em sua vida.” Movimento “Manif pour tous” Respondendo às perguntas dos jornalistas, Dom Paglia fez um comentário sobre o movimento popular francês “Manif pour tous”, movimento em defesa da família que surgiu na França após a aprovação, no país, da lei sobre uniões homossexuais: “Diria que é um exemplo muito bonito o que aconteceu na França, ou seja, o de envolver o mais largamente possível fiéis, fiéis de outro modo, não-crentes, quem quer que seja, para apoiar esta dimensão da família como célula fundadora de nossas sociedades.” Por Canção Nova, com Rádio Vaticano

PIT STOP MARCA CORRIDA PARA O CONGRESSO DA RCC EM RONDON

  PIT STOP MARCA CORRIDA PARA O CONGRESSO Como meta do Ministério de Comunicação da Diocese de Bragança, Pit Stop marca contagem regressiva para o Congresso Diocesano da Renovação Carismática Católica que irá acontecer entre os dias 12 a 14 de setembro no município de Rondon do Pará. Dezenas de jovens integrantes do ministério de Comunicação de Rondon e membros do Grupo de Oração Shekinah, da paróquia de Nossa Senhora de Aparecida, fizeram parada obrigatória na Marechal Rondon, a principal avenida da cidade, sede do congresso, na manhã de sábado, 06. Um dos principais objetivos, disse Marcio Borges, coordenador diocesano de comunicação, é motivar a comunidade a participar do show de Adrielle Lopes, momento tão esperado no encontro. “Estamos sentindo a energia dos rondonenses. Povo hospitaleiro e alegre. O encontro promete muitas emoções. O calor do povo foi sentido no Pit Stop. O motivo principal desta parada, além de motivar a comunidade a participar do grande encontro, foi incentivar o povo a participar do show de Adrielle Lopes. O transito de Rondon do Pará parou. Os jovens carismáticos panfletaram e marcaram os veículos com anúncios do encontro. O Congresso Diocesano da RCC acontece a cada dois anos. E é a primeira que acontece em Rondon. Segundo organização, espera-se que mais mil pessoas comparecem das diversas cidades, em formato de caravanas, pertencentes a Diocese de Bragança. A inscrição deve ser feita no site www.rccdebraganca.com.br até o dia 10.   Como meta do Ministério de Comunicação da Diocese de Bragança, Pit Stop marca contagem regressiva para o Congresso Diocesano da Renovação Carismática Católica que irá acontecer entre os dias 12 a 14 de setembro no município de Rondon do Pará. Dezenas de jovens integrantes do ministério de Comunicação de Rondon e membros do Grupo de Oração Shekinah, da paróquia de Nossa Senhora de Aparecida, fizeram parada obrigatória na Marechal Rondon, a principal avenida da cidade, sede do congresso, na manhã de sábado, 06. Um dos principais objetivos, disse Marcio Borges, coordenador diocesano de comunicação, é motivar a comunidade a participar do show de Adrielle Lopes, momento tão esperado no encontro. “Estamos sentindo a energia dos rondonenses. Povo hospitaleiro e alegre. O encontro promete muitas emoções. O calor do povo foi sentido no Pit Stop. O motivo principal desta parada, além de motivar a comunidade a participar do grande encontro, foi incentivar o povo a participar do show de Adrielle Lopes. O transito de Rondon do Pará parou. Os jovens carismáticos panfletaram e marcaram os veículos com anúncios do encontro. O Congresso Diocesano da RCC acontece a cada dois anos. E é a primeira que acontece em Rondon. Segundo organização, espera-se que mais mil pessoas comparecem das diversas cidades, em formato de caravanas, pertencentes a Diocese de Bragança. A inscrição deve ser feita no site www.rccdebraganca.com.br até as 0h do dia 9.

TONY ALLYSON ATRAI MAIS DE 10 MIL PESSOAS PARA O CELEBRAI

  TONY ALLYSON ATRAI MAIS DE 10 MIL PESSOAS PARA O CELEBRAI Em comemoração do 11º aniversário do Celebrai, evento promovido pela Renovação Carismática Católica de Paragominas, Tony Allyson cantou para mais de 10 mil pessoas. O grande show aconteceu na noite desta terça-feira, 12, no parque de exposição de Paragominas, em quarta noite da feira agropecuária e emocionou plateia. O cantor católico se apresentou em mais de duas horas de show, incluindo momento de oração e partilha. O número estimado pela organização do evento teve como base o número de ingressos disponibilizados. Foram confeccionados 10 mil, e antes do dia haviam esgotados. A obtenção dos “passaportes” aconteceu por meio de troca. Cada ingresso equivalia a um quilo de alimento não perecível. No dia, a procura era grande. E apesar da falta, ninguém ficou de foram do show. Toneladas de alimentos foram arrecadados. Os mesmos serão doados a sociedade São Vicente de Paula, instituição que cuida de famílias carentes. No ano passado o encontro reuniu 7 mil pessoas e foram arrecadadas 5 toneladas de alimentos. Caravanas de diversas cidades da diocese de Bragança marcaram presença. A do município de Mãe do Rio foi quem mais levou. Dois ônibus foram fretados.   Em comemoração do 11º aniversário do Celebrai, evento promovido pela Renovação Carismática Católica de Paragominas, Tony Allyson cantou para mais de 10 mil pessoas. O grande show aconteceu na noite desta terça-feira, 12, no parque de exposição de Paragominas, em quarta noite da feira agropecuária e emocionou plateia. O cantor católico se apresentou em mais de duas horas de show, incluindo momentos de oração e partilha. O número estimado pela organização do evento teve como base a quantidade de ingressos disponibilizados. Foram confeccionados 10 mil, e antes do dia haviam esgotados. A obtenção dos “passaportes” aconteceu por meio de troca. Cada ingresso equivalia a um quilo de alimento não perecível. No dia, a procura era grande. E apesar da falta, ninguém ficou de foram do show. Toneladas de alimentos foram arrecadadas. Os mesmos serão doados a sociedade São Vicente de Paula, instituição que cuida de famílias carentes em Paragominas. No ano passado o encontro reuniu 7 mil pessoas e foram arrecadadas 5 toneladas de alimentos. Caravanas de diversas cidades da Diocese de Bragança marcaram presença. A do município de Mãe do Rio foi quem mais levou. Dois ônibus foram fretados.

JESUS NO LITORAL EM BRAGANÇA SUPERA EXPECTATIVAS

  JESUS NO LITORAL EM BRAGANÇA SUPERA EXPECTATIVAS Os últimos dias de veraneio na praia de Ajuruteua, em Bragança, nordeste do Pará, foi mais movimentado do que se esperava. Um “prato” cheio para os missionários Jesus no Litoral. Durante 4 dias, desde o dia 24 até o último domingo, 27, mais de 150 jovens e adultos estiveram levando a Boa Nova do Jesus aos visitantes da praia.. Durantes estes dias, a Renovação Carismática Católica da Diocese de Bragança, executou grandes iniciativas de evangelização, atendendo a grupos diversos de sociedade com o único propósito de anunciar o evangelho de Jesus Cristo. Missão nos hospitais, no presídio, missão na Vila dos Pescadores e nas areias da praia levaram aos participantes uma experiência inovadora e de partilha. O hospital escolhido pela organização foi o Santo Antônio Maria Zaccaria. Lá, praticamente todas as enfermarias receberam a visita dos missionários. Com a mensagem querigmática “Deus te ama”, os enfermos retribuíram com agradecimentos a partilha. Cinco missionários foram selecionados a evangelizar no Centro de Reabilitação de Bragança (CRB), alguns deles sendo a primeira vez. A maioria dos missionários ficaram na Vila dos Pescadores, na praia, aonde visitaram famílias e as evangelizaram. O primeiro momento de evangelização na areia aconteceu no sábado, pela manhã. Milhares de veranistas foram recebidos por duplas de missionários, em sua maioria, sempre bem recebidos. A missão na areia terminou no domingo, quando a praia recebeu o maior número de visitantes. A programação do evento contou com apresentações culturais e musicais, celebrações eucarísticas e partilhas. Muitos dos que foram evangelizados, compareceram nas programações e saíram de lá renovados. Para o presidente do conselho da RCC Bragança, Ribamar Silva, o encontro superou todas as edições. “Nós fomos surpreendidos pelo resultado do encontro. Tanto a infraestrutura, como o próprio evento ocorreu da forma mais maravilhosa que podia. Por isso não posso deixar de agradecer a todos que ajudaram de forma direta ou indiretamente o acontecimento deste projeto. Quero dizer meu muito obrigado e que todos foram evangelizadores”, disse Ribamar. Meire Lira, coordenadora do encontro e do ministério Jovem Diocesano, disse que o evento aconteceu com tal eficiência porque todos trabalharam em unidade. “Sozinha eu não poderia nada. Algumas pessoas se destacaram na organização do evento, outras ajudaram como podia, graças a esta disponibilidade o encontro aconteceu de forma positiva. Que venha o próximo Jesus no Litoral”. Até amanhã, um vídeo clipe em forma de documentário será divulgado no site, contando um pouco de tudo o que aconteceu na 7ª edição do Jesus no Litoral. A produção foi coordenada por Marcio Borges, coordenador diocesano de comunicação social da RCC Bragança.   Os últimos dias de veraneio na praia de Ajuruteua, em Bragança, nordeste do Pará, foi mais movimentado do que se esperava. Um “prato” cheio para os missionários Jesus no Litoral. Durante 4 dias, desde o dia 24 até o último domingo, 27, mais de 150 jovens e adultos estiveram levando a Boa Nova do Jesus aos visitantes da praia.. Durantes estes dias, a Renovação Carismática Católica da Diocese de Bragança, executou grandes iniciativas de evangelização, atendendo a grupos diversos da sociedade com o único propósito de anunciar o evangelho de Jesus Cristo. Missão nos hospitais, no presídio, missão na Vila dos Pescadores e nas areias da praia levaram aos participantes uma experiência inovadora e de partilha. O hospital escolhido pela organização foi o Santo Antônio Maria Zaccaria, no centro de Bragança. Lá, praticamente todas as enfermarias receberam a visita dos missionários. Com a mensagem querigmática “Deus te ama”, os enfermos retribuíram com agradecimentos a partilha. Cinco missionários foram selecionados a evangelizar no Centro de Reabilitação de Bragança (CRB), alguns deles sendo a primeira vez. A maioria dos missionários ficaram na Vila dos Pescadores, na praia, aonde visitaram famílias e as evangelizaram. O primeiro momento de evangelização na areia aconteceu no sábado, pela manhã. Milhares de veranistas foram recebidos por duplas de missionários, em sua maioria, sempre bem recebidos. A missão na areia terminou no domingo, quando a praia recebeu o maior número de visitantes. A programação do evento contou com apresentações culturais e musicais, celebrações eucarísticas e partilhas. Muitos dos que foram evangelizados, compareceram nas programações e saíram de lá renovados. Para o presidente do conselho da RCC Bragança, Ribamar Silva, o encontro superou todas as edições. “Nós fomos surpreendidos pelo resultado do encontro. Tanto a infraestrutura, como o próprio evento ocorreu da forma mais maravilhosa que podia. Por isso não posso deixar de agradecer a todos que ajudaram de forma direta ou indiretamente o acontecimento deste projeto. Quero dizer meu muito obrigado e que todos foram evangelizadores”, disse Ribamar. Meire Lira, coordenadora do encontro e do ministério Jovem Diocesano, disse que o evento aconteceu com tal eficiência porque todos trabalharam em unidade. “Sozinha eu não poderia nada. Algumas pessoas se destacaram na organização do evento, outras ajudaram como podiam, graças a esta disponibilidade o encontro aconteceu de forma positiva. Que venha o próximo Jesus no Litoral”. Até amanhã, um vídeo clipe em forma de documentário será divulgado no site, contando um pouco de tudo o que aconteceu na 7ª edição do Jesus no Litoral. A produção foi coordenada por Marcio Borges, coordenador diocesano de comunicação social da RCC Bragança.

Fred exorta missionários a estarem repletos do Espírito para a missão

Fred exorta missionários a estarem repletos do Espírito para a missão O coordenador estadual do Ministério Jovem da RCC Pará, Fred Amorim, disse palavras de exortação em sua participação no Jesus no Litoral. O segundo pregador da Missão não mediu palavras e cobrou dos missionários intimidade com Deus. “Deixem-se ser movidos pelo Espírito de Deus. De nada importará todas as formações que recebera, de nada adianta tanto conhecimento se não estiverem repletos do Espírito Santo. Todos os missionários deveriam entender que para evangelizar é necessário uma experiência intima com o Espírito de Deus”, falou Fred Amorim. “A experiência com o Espírito Santo será capaz de tocar o coração de todos os evangelizados e transformará a vida de todos”, acrescentou o pregador. O discipulado é um estado de estudo, de ouvir o que o mestre está dizendo, que ouve atentamente o que o mestre ensina”. Fred enfatizou a importância do missionário renovado e o papel da Renovação Carismática Católica na missão Jesus no Litoral 2014 (JLN). Toda a trajetória da JNL é marcada pela ação do Espírito do Senhor e tem transformado a vida de muita gente. Os missionários são testemunhos desta ação transformadora e os mantém perseverantes na missão que receberam. Fred Amorim participou de todas as edições do JNL e mas ficou de fora da organização deste ano por motivo de saúde. O pregador chegou a se emocionar ao descrever sua ausência na organização. Porém o coordenador não mediu esforços para partilhar suas experiências. O coordenador estadual do Ministério Jovem da Renovação Carismática Católica do Pará, Fred Amorim, disse palavras de exortação em sua participação no Jesus no Litoral. O segundo pregador da Missão não mediu palavras e cobrou dos missionários intimidade com Deus. “Deixem-se ser movidos pelo Espírito de Deus. De nada importará todas as formações que recebera, de nada adianta tanto conhecimento se não estiverem repletos do Espírito Santo. Todos os missionários deveriam entender que para evangelizar é necessário uma experiência intima com o Espírito de Deus”, falou Fred Amorim. “A experiência com o Espírito Santo será capaz de tocar o coração de todos os evangelizados e transformará a vida de todos”, acrescentou o pregador. O discipulado é um estado de estudo, de ouvir o que o mestre está dizendo, que ouve atentamente o que o mestre ensina”. Fred enfatizou a importância do missionário renovado e o papel da RCC na missão Jesus no Litoral 2014 (JLN). Toda a trajetória da JNL é marcada pela ação do Espírito do Senhor e tem transformado a vida de muita gente. Os missionários são testemunhos desta ação transformadora e os mantém perseverantes na missão que receberam. Fred Amorim participou de todas as edições do JNL e mas ficou de fora da organização deste ano por motivo de saúde. O pregador chegou a se emocionar ao descrever sua ausência na organização. Porém o coordenador não mediu esforços para partilhar suas experiências.

Jesus é o próprio missionário, disse pregador.

  Jesusé o próprio missionário Esta frase marcou a primeira formação da Missão Jesus no Litoral 2014. Ministrada por André Oliveira, a primeira formação do encontro sensibilizou e motivou os missionários. “Não pensem que quando vocês forem evangelizar estarão sós. O próprio Jesus estará em vocês”, disse o pregador. Experiente na missão, André partilhou os conhecimentos com os missionários. Ele também a todos que ponham em prática o que vieram fazer na praia de Ajuruteua: transmitir o amor de Deus. “Jesus nos ama tanto que muda nossa vida. Passemos este ensinamento a todos, eles precisam saber disso. Porém esta verdade não pode ser passada de qualquer forma, doem-se! ”, disse ele. A Missão Jesus no Litoral está em sua 7ª edição e termina no domingo com evangelização na areia.   Esta frase marcou a primeira formação da Missão Jesus no Litoral 2014. Ministrada por André Oliveira, a primeira formação do encontro sensibilizou e motivou os missionários. “Não pensem que quando vocês forem evangelizar estarão sós. O próprio Jesus estará em vocês”, disse o pregador. Experiente na missão, André partilhou os conhecimentos com os missionários. Ele também a todos que ponham em prática o que vieram fazer na praia de Ajuruteua: transmitir o amor de Deus. “Jesus nos ama tanto que muda nossa vida. Passemos este ensinamento a todos, eles precisam saber disso. Porém esta verdade não pode ser passada de qualquer forma, doem-se! ”, disse ele. André também enfatizou que a evangelização que será realizada no presídio na tarde de hoje será feita pelo próprio Jesus. "Jesus vai entrar naquele presídio e manifestar o seu amor a todos os presos, porque ele quer libertar os cativos". A Missão Jesus no Litoral está em sua 7ª edição e termina no domingo com evangelização na areia.

Presidente da RCC Bragança convoca movimento para corrente de oração

Presidente da RCC Bragança convoca movimento para corrente de oração Missão que Jesus nos confiou “Nós somos poucos na messe do Senhor, mas Ele tem nos confiado uma grande força, que não se iguala a nada neste mundo. Somos usados por Ele e isso aumenta nossa responsabilidade como missionários. Por isso tivemos tempos de formação para que praticássemos com zelo a missão que o Mestre nos confiou. Esta Missão Jesus no Litoral tem grandes promessas, a maioria delas nem conhecemos, porque está no coração de Deus. Estaremos lutando contra forças do mal e a vitória do Senhor vai acontecer. Acreditamos nisso com tanta intensidade que nos colocamos a disposição. Estamos só no ínicio desta 7ª edição do Jesus no Litoral e convocamos a todos que orem por este encontro. Todos os renovados do mundo devem estar em corrente de oração. Nossa missão não será fácil. QuPresidente da RCC Bragança convoca movimento para corrente de oração Missão que Jesus nos confiou “Nós somos poucos na messe do Senhor, mas Ele tem nos confiado uma grande força, que não se iguala a nada neste mundo. Somos usados por Ele e isso aumenta nossa responsabilidade como missionários. Por isso tivemos tempos de formação para que praticássemos com zelo a missão que o Mestre nos confiou. Esta Missão Jesus no Litoral tem grandes promessas, a maioria delas nem conhecemos, porque está no coração de Deus. Estaremos lutando contra forças do mal e a vitória do Senhor vai acontecer. Acreditamos nisso com tanta intensidade que nos colocamos a disposição. Estamos só no ínicio desta 7ª edição do Jesus no Litoral e convocamos a todos que orem por este encontro. Todos os renovados do mundo devem estar em corrente de oração. Nossa missão não será fácil. Que Jesus abençoe a todos com bênçãos abundantes. A Paz de Cristo.” Em abertura oficial da 7ª edição do Jesus no Litoral, o presidente da RCC da Diocese de Bragança convocou movimento no mundo todo a unidade de oração. Ribamar Silva, falou do ser instrumento de Deus na missão. "Missão que Jesus nos confiou. Nós somos poucos na messe do Senhor, mas Ele tem nos confiado uma grande força, que não se iguala a nada neste mundo. Somos usados por Ele e isso aumenta nossa responsabilidade como missionários. Por isso tivemos tempos de formação para que praticássemos com zelo a missão que o Mestre nos confiou. Esta Missão Jesus no Litoral tem grandes promessas, a maioria delas nem conhecemos, porque está no coração de Deus. Estaremos lutando contra forças do mal e a vitória do Senhor vai acontecer. Acreditamos nisso com tanta intensidade que nos colocamos a disposição. Estamos só no ínicio desta 7ª edição do Jesus no Litoral e convocamos a todos que orem por este encontro. Todos os renovados do mundo devem estar em corrente de oração. Nossa missão não será fácil. Que Jesus abençoe a todos com bênçãos abundantes. A Paz de Cristo.”

7ª Edição do Jesus no Litoral reúne mais de 150 missionários

  7ª edição do Jesus no litoral reúne mais 150 missionários “Jesus no Litoral, missão cheia de Deus”, este é o entendimento de todos os missionários que participaram de programação extensa na Praia de Ajuruteua, município de Bragança, durante 4 dias. Os diversos grupos das paróquias da Diocese de Bragança chegaram na tarde desta quinta-feira, 24, e foram recebidos no litoral. São mais de 150 jovens e adultos focados em anunciar a Boa Nova de Jesus, aos veranistas. #JNL2014Ajuruteua E como todo missionário precisa de alimento, físico e espiritual, o encontro iniciou com a Santa Missa. Presidida por Dom Luiz Fernando. Logo em seguida houve apresentação do Ministério de Música e Artes de Rondon do Pará, com teatro luminoso que prendeu a atenção dos participantes. A programação segue neste sábado com formações pela parte da manhã e durante a tarde a evangelização em hospitais e presídio do município de Bragança.   “Jesus no Litoral, missão cheia de Deus”, este é o entendimento de todos os missionários que participaram de programação extensa na Praia de Ajuruteua, município de Bragança, durante 4 dias. Os diversos grupos das paróquias da Diocese de Bragança chegaram na tarde desta quinta-feira, 24, e foram recebidos no litoral. São mais de 150 jovens e adultos focados em anunciar a Boa Nova de Jesus, aos veranistas. E como todo missionário precisa de alimento, físico e espiritual, o encontro iniciou com a Santa Missa. Presidida por Dom Luiz Fernando. Logo em seguida houve apresentação do Ministério de Música e Artes de Rondon do Pará, com teatro luminoso que prendeu a atenção dos participantes. A programação segue neste sábado com formações pela parte da manhã e durante a tarde a evangelização em hospitais e presídio do município de Bragança.

ÚLTIMOS DIAS PARA INSCRIÇÃO DO JNL 2014

A coordenação da Missão Jesus no Litoral estabelece prazo para inscrições. O processo de inscrição para a Missão Jesus no Litoral divulga data que encerra as inscrições para o evento. O dia estabelecido para o encerramento é domingo, dia 20, até as 0h. Por conta disso, a coordenação do evento solicita aos participantes que ainda não fizeram para apressarem as inscrições, pois se até o prazo não executar o cadastro perderá a chance de participar do evento religioso. Segundo a coordenação, não serão feitas inscrições no local do evento. A Missão Jesus no Litoral acontecerá entre os dias 24 a 27 de julho na praia de Ajuruteua, município de Bragança. O encontro envolve mais de 150 jovens e adultos que realizarão evangelização na areia em período de grande movimentação turística no município. A coordenação elaborou alguns critério fundamentais aos participantes listados a seguir: - O evento será iniciado a partir das 15h30 de quinta-feira (24/07), com acolhimento de missionários e o retorno será no domingo (27/07), após o almoço. 3. O participante deverá levar: colchonete, roupas de cama (lençol ou rede com cordas), produtos de higiene pessoal, terço, bíblia, chinelos, garrafinha com água, short (somente Jeans para as mulheres na altura dos joelhos e homens pode até ser Tac-Tel também na altura do joelho), protetor solar, 1 toalha, 2 calças jeans, sacolas para roupas sujas, caneta... 4. Os missionários ficarão em pousadas, portanto não é permitida a saída dos participantes para outras finalidades; 5. Evite levar objetos de valor, pois a organização do encontro não se responsabilizará por perdas ou danos; 6. Não será permitido o uso de aparelhos celulares, MP3, ou seja, aparelhos de valores, durante a missão (pra isso teremos o Ministério de Comunicação Social da Diocese); 7. Só poderão participar da missão, jovens maiores de 16 anos, atuante no seu Grupo de Oração, tenha participado de alguma formação paroquial ou distrital neste ano de 2014,  ser obediente sem dar “piti”. 8. Ter feito sua inscrição até dia 20 de julho de 2014, pelo o site http://www.rccdebraganca.com.br/ .Valor da inscrição: R$ 70,00 (setenta reais).  Que te dará direito a alimentação, hospedagem e o novo kit JNL. 9. Novo kit (camisa, chapéu e bolsa) 10. Ser saudável.O evento terá inicio a partir das 15h30 da quinta-feira, 24/07, com acolhimento dos missionários, com retorno no domingo, dia 27/07, após o almoço.O participante deverá levar: colchonete, roupas de cama (lençol ou rede com cordas), produtos de higiene pessoal, terço, bíblia, chinelos, garrafinha com água, short (somente Jeans para as mulheres na altura dos joelhos e homens pode até ser Tac-Tel também na altura do joelho), protetor solar, 1 toalha, 2 calças jeans, sacolas para roupas sujas, caneta... - Os missionários ficarão em pousadas, com registração de saídas para atividades fora disso; - Evitar levar objetos de valor, para não haver perdas, pois a organização não se responsabilizará por itens perdidos; - Não será permitido o uso de aparelhos celulares, MP3, ou quaisquer objetos do tipo; - Só poderão participar da missão jovens maiores de 16 anos, atuante no seu Grupo de Oração e que tenha participado de alguma formação paroquial ou distrital no ano de 2014. - Ter feito sua inscrição até dia 20 de julho de 2014, pelo o site http://www.rccdebraganca.com.br/site/index.php/inscricoes/jesus-no-litoral-2014 O valor da inscrição é R$ 70,00 (setenta reais), com desconto para sócios contribuintes da Missão Divina Providência (ver regulamento de desconto no site). O pagamento da taxa dá direito a alimentação, hospedagem e o novo kit JNL (camisa, chapéu e bolsa). E por fim, a comissão orienta para que os missionários sejam saudáveis e que tragam, obrigatoriamente, um documento pessoal com foto.

JNL ESTABELECE CRONOGRAMA DE INTERCESSÃO A GO’S

A comissão organizadora do Jesus no Litoral de 2014 divulga cronograma de intercessão de Grupo de Orações para o bom êxito do evento. Conforme cronograma serão 24 horas de intensa oração envolvendo dezenas de paróquias e GO’s da Diocese de Bragança. O encontro de evangelização Jesus no Litoral é uma das grandes missões da Igreja através da Renovação Carismática Católica que acontece na Praia de Ajuruteua, município de Bragança, que neste ano ocorrerá entre os dias 24 a 27 de julho. Para os servos é importante que façam as inscrições o quanto antes por meio do site www.rccdebraganca.com.br, obedecendo os critérios. Grupo de Oração e paróquias, atentos à programação e orientação: +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++ DIA CIDADE, PARÓQUIA HORÁRIO 19/07 Mãe do rio – Guiados 00:00 as 01:00 20/07 Mãe do rio – Obra de Maria 01:00 as 02:00 20/07 Mãe do rio – Novo ser 02:00 as 03:00 20/07 Mãe do rio – Shalon 03:00 as 04:00 20/07 Mãe do rio – Mensageiros km 40 04:00 as 05:00 20/07 Bragança – Perpetuo Socorro 05:00 as 06:00 20/07 Bragança – Sagrado coração 06:00 as 07:00 20/07 Bragança – Catedral 07:00 as 08:00 20/07 Paragominas 08:00 as 13:00 20/07 Capitão Poço 13:00 as 14:00 20/07 Garrafão do Norte 14:00 as 15;00 20/07 Aurora 15:00 as 16:00 20/07 Irituia 16:00 as 17:00 20/07 São Miguel 17:00 as 18:00 20/07 Dom Eliseu 18:00 as 19:00 20/07 Ipixuna 19:00 as 20:00 20/07 Itinga 20:00 as 21:00 20/07 Rondon 21:00 as 22:00 20/07 Ulianópolis 22:00 as 23:00 20/07 Augusto Corrêia 23:00 as 24:00                                 ORAÇÃO DE INTERCESSÃO PELO JESUS NO LITORAL PARA TODOS OS SERVOS Esquema de oração 1)Efésios 6, 10-20 2)Terço da Virgem Poderosa   Mistérios do Terço   1- No Primeiro Mistério contemplamos: como Jesus nos deu um exemplo brilhante na luta contra satanás e seu reino. 2-No Segundo Mistério contemplamos: como Jesus venceu a morte e o inferno pela sua paixão e morte na cruz. 3-No Terceiro Mistério contemplamos: a Cruz de Cristo que se tornou um Sinal de terror para satanás. 4-No Quarto Mistério contemplamos: como Jesus deu a Virgem Maria a força de esmagar a cabeça de satanás. 5-No Quinto Mistério contemplamos: como Jesus deu a Virgem Maria o poder sobre satanás eternamente.   NAS CONTAS PEQUENAS: Ave Maria, Virgem Poderosa, Imaculada Conceição, Rainha das Vitórias, que as vossas Lágrimas de Sangue destruam as forças do inferno. Que assim seja!   NAS VEZES DO GLÓRIA: A Cruz Sagrada seja minha Luz, não seja o dragão, meu guia, retire-se satanás, nunca me aconselhes coisas vãs, é mau o que tu me ofereces, bebe tu mesmo o teu próprio veneno.   NAS CONTAS GRANDES: Magnificat: Minha alma glorifica ao Senhor, meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para a humildade da sua pobre serva. Por isto, desde agora, me proclamarão bem-aventurada todas as gerações, porque realizou em mim maravilhas Aquele que é poderoso e cujo Nome é santo. Sua misericórdia se estende, de geração em geração, sobre os que O temem. Manifestou o poder de Seu braço, desconsertou os corações dos soberbos. Derrubou do trono os poderosos e exaltou os humildes. Saciou de bens os indigentes e despediu de mãos vazias os ricos. Acolheu a Israel, Seu servo, lembrado da Sua misericórdia. Conforme prometera a nossos pais em favor de Abraão e sua posteridade, para sempre. Amém.   JACULATÓRIA: Levanta-se Deus, intercedendo a Bem-Aventurada Virgem Maria, São Miguel Arcanjo e todas as Milícias Celestes. Que sejam dispersos seus inimigos e que fujam de Vossa Face todos os que vos odeiam e vos perseguem. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.   SALVE RAINHA Salve Rainha, Mãe de Misericórdia, vida, doçura e esperança nossa, salve! A Vós bradamos degredados filhos de Eva. A Vós suspiramos, gemendo e chorando, neste vale de lágrimas. Eia, pois advogada nossa; esses vossos olhos misericordiosos a nós volvei, e depois deste desterro mostrai-nos Jesus, bendito fruto de vosso ventre, ó clemente, ó piedosa, ó doce sempre Virgem Maria. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus/Para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Amém. 3) SALMO DE LOUVOR 4) TERÇO MARIANO

MEMBROS DA RENOVAÇÃO CARISMÁTICA CATÓLICA-RCC PARTICIPAM DO VI CONGRESSO DIOCESANO DE JOVENS DA PASTORAL DA FAMILIA

Nos dias 04, 05 e 06 de julho, no salão de eventos da paroquia de nossa senhora do perpetuo socorro na cidade de Bragança Pa, foi realizado o congresso diocesano para jovens da pastoral da família como tema: Jovens, lançai as redes. Despertai para a liberdade Cristã, tem como proposta provocar os jovens a uma vivencia relacionado ao mandato de Cristo e da Igreja em anunciar o evangelho a toda criatura. Santa Missa, Adoração do Santíssimo Sacramento, Animação, Palestras, Testemunho, Relato de Experiência, Mesa Redonda: Perguntas e Respostas e a Noite Cultural no Mirante de São Benedito foram alguns dos itens da programação proporcionada pelo evento. O presidente do conselho diocesano da RCC, José Costa e sua esposa Ângela Costa participaram da mesa redonda de perguntas e respostas, assim como o coordenador diocesano do ministério universidades renovada, Leonardo Miranda com relato de experiência sobre o grupo de oração universitário. Dom Luis Ferando, Pe Benedito Moura, Pe Elias, Natalina Kato, também colaboraram com a realização do congresso. O evento contou com a participação de 161 jovens de 13 paroquias da diocese de Bragança e segundo a coordenação do eventos, foi satisfatório e com o sentimento de dever cumprido com os jovens que ao chegar em suas paroquias entendem que é preciso lançar as redes para que os ensinamentos de Cristo estejam a cada dia mais conhecido.

GRUPO DE ORAÇÃO UNIVERSITÁRIO DIVINA PROVIDENCIA

Olá queridos irmão e irmãs da Renovação Carismática Católica de Bragança e do Estado do Para. O Senhor de nossas vidas vem cumprindo suas promessas dentro de nossas vidas e em especial através do Ministério Universidades Renovadas da diocese de Bragança. No dia 21 de junho de 2014, na cidade de São Miguel do Guamá, na comunidade de Nossa Senhora do Rosário, tivemos a formação para implantar definitivamente o GRUPO DE ORAÇÃO UNIVERSITÁRIO DIVINA PROVIDENCIA, onde a sua equipe de núcleo e servos já estavam se reunindo em intercessão para que a construção da civilização do Amor desses inicio lá no campus da UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PARÁ  daquela cidade. Amor esponsal, historia da Renovação Carismática Católica, do Ministério  Universidades Renovadas , GOU  Fazendo a Graça Acontecer, foram as formações ministradas por Josy Alessandra B. Barbosa e Leonardo Deivid F. de Mirando (SeuLeo). Onde as atividades do dia terminaram com uma Adoração ao Santíssimo Sacramento e envio da equipe do MUR SÃO MIGUEL DO GUAMÁ. “Muito me alegra e com o coração cheio de esperança em saber que Deus esta permitindo  que a diocese de Bragança avance na evangelização no âmbito universitário, e sabemos que tudo isso é possível graças a sua infinita misericórdia, pois como dizia nossa saudoso Papa João Paulo II: “ a cultura de pentecoste é a única cultura capaz de construir a civilização do Amor”. (SeuLeo). A coordenadora do Gou Divina Providencia Cleane Mendonça: “ Só tenho agradecer a Deus pela formação, as pessoas que atenderam ao chamado e acredito que a parti de hoje estamos mais cientes do que é o MUR, o GOU e principalmente o que é esse Sonho de Amor para o Mundo”. A equipe diocesana do Ministério Universidades Renovadas continua contado com as orações de todos para que essa missão avance e por consequência nosso vigor aumente, pois temos uma meta estadual para alcançar , que é passar de 19 GOU´s para 38 GOU´s. E nossa diocese quer fazer parte dessa meta efetivamente. São Lucas rogai por nós . Amém. Texto Leonardo Miranda(coord. Diocesano do MUR BRAGANÇA PA)

Cronograma do EDF 2014

  ENCONTRO DIOCESANO DE FORMAÇÃO – 2014 TEMA: CONSERVAR A UNIDADE ATRAVÉS DO VÍNCULO DA PAZ CRONOGRAMA EDF 2014 DIA 25/04. SEXTA FEIRA 16:00                     ACOLHIDA E CREDENCIAMENTO 19:30                     MISSA DE ABERTURA 21:00                     APRESENTAÇÃO MINISTÉRIO DE MÚSICA E ARTES¹ 21:15                     PREGAÇÃO 1 - “ESCUTA PROFÉTICA, RUMO AO JUBILEU DE 2017” ( MÁRCIO – COORDENADOR DA PARÓQUIA DE PARAGOMINAS ) 22:00                     REPOUSO   DIA 26/04. SÁBADO 05:30                     DESPERTAR COM SERENATA ( MINISTÉRIO UNIVERSIDADES RENOVADAS ) 06.30                     CAFÉ DA MANHÃ 07:00                     SANTO TERÇO 07:30                     ANIMAÇÃO E ORAÇÃO² 08:30                     SAÍDA PARA OS WORKSHOPS 12:30                     ALMOÇO 14:00                    Auditório (Animação e oração) 15:00                     Escola Permanente de Formação (André Luís) 16:30                     intervalo 17:00                     CONSUMIR-SE PELA UNIDADE (Ronaldo Lima) 18:00                     Banho e Jantar 19:30                     Ministério de comunicação. (Apresentar o novo Site) 20:30                     ADORAÇÃO AO SANTÍSSIMO SACRAMENTO 21:00                     REPOUSO   DIA 27/04. DOMINGO 05:30                     DESPERTAR COM SERENATA ( MINISTÉRIO UNIVERSIDADES RENOVADAS ) 07:00                     CAFÉ DA MANHÃ 07:30                     SANTO TERÇO 08:00                     ANIMAÇÃO E ORAÇÃO 08:30                     FORMAÇÃO: MISSÃO DIVINA PROVIDENCIA (Franca) 09:30                     PREGAÇÃO 4 – “ SERVOS DA RCC COM VISÃO” (RONALDO LIMA) 11:00                     PEQUENO INTERVALO (preparação para Santa Missa). 11:15                     SANTA MISSA 12:30                     ALMOÇO   1 – uma única apresentação de dança ou teatro antes da primeira pregação do encontro. Preferencialmente explorando o tema 2014 da RCC. 2 – Todos os momentos de oração do encontro serão conduzidos por nosso irmão Mazinho de Dom Eliseu, exceto aqueles conduzidos pelos próprios pregadores.

1º Acamp GOU da Diocese de Bragança

Olá querido irmãos e irmãs da Renovação Carismática Católica da Diocese de Bragança e do Estado do Pará. É com muita alegria que gostaria de falar sobre o 1º ACAMPGOU da Diocese de Bragança, uma experiência de oração para universitários e profissionais ocorrido nos dias 29 e 30 de março de 2014, realizado no Sitio Rainha da Paz, município de Paragominas/Pa. O evento proporcionou a todos um encontro pessoal com Deus, onde Seu amor foi derramado em nossos corações e assim fomos chamados a construir a Civilização do Amor unindo a Fé e a Razão. Estou, pela graça de Deus, no meu segundo mandato como coordenador diocesano do MINISTÉRIO UNIVERSIDADES RENOVADAS- MUR. Foram dois anos fazendo divulgação do MUR em muitas vezes falando para um , duas, três pessoas a respeitos do Sonho de Amor para o Mundo, o qual o Senhor nos confiou. Muitas vezes pensei em desistir, outras me sentia um como que um megafone falando para uma multidão de “surdos”. Mas Deus tem me proporcionado em não somente ter fé em sua palavras, mas ver suas promessas se cumprindo em minha vida. Houve um período em que fiquei preocupado com a evangelização de minha família e dessa preocupação questionei Deus: “ Senhor, sabes que cuido da missão que me confiastes , mas quem cuidará de minha Família?” A partir desse questionamento, Deus me dizia assim: “Meu filho, cuide dos meus, que eu cuidarei dos teus”. Meus pais por muitos anos não frequentavam a Santa Eucaristia. Iam pouco a Santa Missa, mas com o passar do tempo, através dos testemunhos que contava a eles sobre a evangelização no âmbito universitário, eu não percebia, mas o Senhor Deus já estava trabalhando na vida deles, mesmo com a história de vida que ele possui, cheia de falta de perdão, falta de vontade de ir a confissão e vergonha de ir a Santa Eucaristia. Poderia aqui contar inúmeras coisas a respeito da situação de minha Família , mas meu irmão, gostaria de destacar que DEUS CUMPRI SUAS PROMESSAS, por mais que eles demorem, elas chegaram, sejam elas depois de 15 anos como foi o caso de meus pais ou dois anos de coordenação como foi o meu caso com o Ministério Universidades Renovadas. "Meu filho, cuide dos meus, que eu cuidarei dos teus" O que vejo com tudo isso? Apenas a misericórdia de Deus em permitir tais realizações em minha família e em minha missão. E os Frutos dessa missão? Só compete a Deus saber. Porém, mesmo ainda na segunda-feira, 31, uma pessoas fez contato comigo. Ela é do Campus de Tomé Açu – UFRA,  e sabe o que ela me perguntou: Como faço pra ter um GOU / MUR  aqui na minha universidades? Ela apenas viu as fotos do ACAMPGOU. Sejamos fiéis a missão que Deus nos cofiou e principalmente perseverantes. Tenho muito a agradecer a Deus, muito mesmo, mas também a todos os Servos da Rcc de Paragominas, na pessoa de seu coordenador Marcio Arrais e a equipe do GOU DEUS CONOSCO, na pessoa da coordenadora Débora Borges, que se colocaram a disposição este eventos. Texto: Leonardo Miranda e Ana Carla Fernandes Maciel.